Ser Jornalista é… (parte 2)

Pois é, continuo sem saber. Mas sei para que serve um jornalista: para informar fatos ocorridos na sociedade e/ou opinar sobre eles. Às vezes, as duas funções vêm misturadas no texto, e cabe ao leitor saber distingui-las. Não é fácil fazer esta distinção, pois o jornalista constrói a narrativa de maneira a confundir e escamotear a sua opinião, própria ou alugada. E o “mercado de opinião” por aqui é bastante ativo. Mas voltemos ao assunto do post anterior.

Juca Kfouri é um laureado jornalista, considerado por muitos como uma das poucas reservas morais da área. Polêmico, é defensor quase solitário de muitas causas nobres em prol do esporte. Ele é o “criador” do tal Paulinho. Usou de sua influência e reputação para lançá-lo, e agora não quer saber mais dele. Não quer? Mentira deslavada, apenas não quer mais ter seu nome associado diretamente ao dele, porém se beneficia (e muito) da incontinência verbal do rapaz, e não é absurdo supor que até o açule para que desça o cacete em pessoas selecionadas por ele. Vamos lá:

- Muitas das pessoas atacadas por Paulo Cezar de Andrade Prado são notórios desafetos de Juca Kfouri, ou não contam com sua afinidade pessoal: Ricardo Teixeira, Joaquim Grava, Milton Neves, Juarez Soares e seu irmão Edgard, Carlos Nuzman, Fernando Capez, Edir Macedo… Tem muito mais. Até aí, nada absurdo, tem cara nessa lista aí que não é flor que se cheire, mesmo. Mas existe um “efeito Marronzinho *” nestes ataques. Juca se aproveita da boca frouxa de Paulinho, que confere aos desafetos “comuns” adjetivos e ofensas que o experiente jornalista sabe que renderiam processo na certa, se por ele fossem proferidos. Paulinho seria um “inocente útil” de JK, um boneco de ventríloquo a desferir patadas que Juca não quer ou não pode dar.

- Os outros atingidos pelas “palavras ao vento” de Paulinho seriam os inimigos políticos de Antônio Roque Citadini no SCCP: toda a atual diretoria corinthiana. Citadini é jurista competente, detentor de função pública (é conselheiro do Tribunal de Contas do Estado) e conselheiro do SCCP. E sobre Citadini (amigo pessoal de Juca, diga-se) pesa a acusação de FINANCIAR o blogueiro, com a criação de um “portal de notícias”, com direito a “equipe de jornalistas”, domínio próprio e oneroso na internet, “carro de reportagem” e acesso aos jogos e salas de imprensa com a maldita carteira da ACEESP (Associação dos Cronistas Esportivos do Estado de São Paulo). O envolvimento de Roque foi descoberto por um pecadilho do Paulinho, que, ao registrar o domínio em seu nome, o fez usando o endereço comercial de Citadini, alterado posteriormente.

Agora, o que interessa: jornalismo. Se Juca usa Paulinho como “boca de aluguel”, que moral tem para falar das “bocas de aluguel” no jornalismo? Se não o usa, mas é o mentor intelectual desta farsa e a alçou à condição de popstar, por que não o repreende quando lança boatos infundados na internet?

Sobre a omissão (que pode ser conveniente, ou não), vários comentários enviei ao blog do JK. E aí vem o estarrecedor: NENHUM FOI SEQUER PUBLICADO. Tal qual Paulinho, Juca também não deixa aparecer nada que possa desaboná-lo ou comprometer sua “reputação ilibada”. Dele, ou de amigos.

Paulinho é útil a Juca Kfouri, isto é fato. Se por “admiração ao mestre” ou por outros interesses, não importa. Se Juca se cala, beneficiando-se comodamente da boquirrotice pauliniana, é cúmplice porque é o criador da fera e ela ruge para os inimigos dele. Seu dever é domá-la, se age na vida profissional com ética e correção. Se Juca sabe que o rapaz é sustentado por Citadini, DEVE DENUNCIAR ISTO, da mesma maneira que denuncia colegas de profissão de “receberem propina para falar bem de jogador”. Se não sabe, deve se informar, vir a público e desmentir ou confirmar a farsa, repito, porque é o “pai” dele. Sem Juca, não existiria Paulinho. E os dois agora usam a carteirinha ACEESP. São jornalistas. Denunciar Milton Neves é fácil, o difícil é denunciar o próprio “filhote”.

———————————————

* Marronzinho, para os mais novos, foi um “jornalista” contratado por Jânio Quadros, na eleição municipal de 1985, para rodar um “jornal” contendo a manchete: “Fernando Henrique é ateu e maconheiro”. Jânio ganhou a eleição contrariando todas as pesquisas, e muitos atribuem a este “jornal” grande influência no resultado.

————————————————-

About these ads

9 respostas para Ser Jornalista é… (parte 2)

  1. [...] Esta conversa vai MUITO LONGE, os links são fartos e levam a vários outros lugares. Paro por aqui, sem antes deixar uma resposta a uma pergunta que fatalmente surgirá: se o cara é tão escroto assim, por que perder tempo com ele? A resposta: não é “com ele” que estou preocupado. É com o velho jornalista, e, principalmente, com O JORNALISMO. Por que preocupado? No próximo post eu conto. [...]

  2. Essa tática de usar “ferreirinhas”, “paulinhos”, “marronzinhos” já elegeu o bando de imbecis.
    PPS = Paulinho Paparica Soninha.

    Já elegeu, mas tá na hora de “deseleger”, e mostrar a cara de quem realmente é ético, e desses “paladinos da moralidade” que desmancham ao bater.

  3. Thiago Ferreira disse:

    Pelo teor de seus posts Vinicius, da pra perceber claramente que esses blogs tem interesses outros, alem de fazer oposiçao aos diretores do Corinthians.
    Parece que as criticas ao Timao na verdade servem de fachada apenas. Tipo, “bate” aqui pra doer em outro lugar.
    Talvez interesses politicos. Eu como corinthiano tenho vergonha de ver caras que se dizem torcedores de meu time, nesse esquema, isto eh, usando o prestigio do Coringao para isso. Imbecis mesmo, alem deles, quem entra nessa.

    Thiago, acho que o JK tem interesse em arrumar uma bucha de canhão para bater nos inimigos sem respingar nada nele; o Citadini quer derrubar o Andrés e sua turma.

  4. Thiago Ferreira disse:

    Em tempo. Vc. acha que se proclamassem torcedores do Juventus, teriam todas essas pageviews? Trouxas ja mostraram que nao sao.

    É, mas o Paulinho, Juca e Citadini são corinthianos. Mas se um torcedor pode registrar uma “música de estádio” e processar o clube, por que eles não poderiam tirar uma casquinha, né? Também são filhos de Deus.

  5. Thiago Ferreira disse:

    Ainda continuo achando que tem interesses outros. Nao sei. Eh muita bala de canhao para matar rolinha apenas.
    Tudo isso, montagem de equipe, para pegar um cargo que nem remunerado eh? Presidente do Corinthians?
    Grande merda. Ou que odio doentio eh esse?

    Ah, claro. Ninguém faz política em clube de futebol por paixão clubística. Isso aí já acabou faz tempo.

  6. Thiago Ferreira disse:

    Acho que passa pela politica sim Vinicius. Sanchez eh filiado ao PT.
    PQP. Quem esses caras querem pra Presidente do meu time?
    Os amigos deles? Que prepotencia do cacete.

    A gente quer sempre o melhor para nossos amigos. Não sei se passa pela política partidária, pode até ser, não descarto a hipótese.

  7. Thiago Ferreira disse:

    Quando falam que ser Presidente do Corinthians eh mais importante do que ser Presidente do Brasil, eu nao acreditava, mas agora to acreditando. Fico ate arrepiado de ver essa turma pegando o poder do Timao, e ver o Paulinho, diretor de comunicaçao, remunerado.
    Meu Deus do ceu. Eu tenho quase certeza que torcem para o Timao se ralar e perder, so para derrubar seus desafetos politicos. Gentinha miuda, travestida de personalidade.

    É dureza.

  8. Max disse:

    Vini,

    O Paulinho, no último jogo contra o Góias foi ao estádio para provocar dirigentes e conseguiu mais um pouco de fama.

    Com meus pageviews ele não conta.

    Tenho até vontade de ver ele no Corinthians e virar vidraça….ia ser engraçado….ou desgraçado?

    Língua de aluguel tem mais é que se ferrar. E ele nunca vai ser nada no SCCP, porque é um desqualificado.
    Mas eu vejo o blog dele, tem coisas muito engraçadas. Hoje o “faro jornalístico” dele apurou que o Luxemburgo perdeu uma fortuna no pôquer – ele até “viu” o VL chorando! – e terá que vender o IWL para pagar a dívida. Aí pensei: “pô, mas aquela merda não vale nada, acho que não perdeu tanto assim.”

  9. Dmitri disse:

    Qualquer um que se prontifique a falar besteiras com viés de direita e denuncista faz sucesso no Brasil.

    O bom, por outro lado, é que tem caras com um humor relativamente inteligente no blog dele, os tais de Andrade Neto e o Francisco Terra, que tiram sarro da cara do imbecil sem ele perceber. E, de quebra, das caras dos seus seguidores estúpidos.

    “Francisco Terra, braço forte, mão amiga”
    “Andrade Neto ex-ex-ex torcedor. Veritas vincit. Non ducor, duco.”
    Muito bom! Eu me divirto! hahahahaha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 432 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: