Alunos Diferenciados

Matéria do Estadão informa que amanhã haverá um “apitaço” dos alunos do Mackenzie, em protesto contra a decisão da universidade de admitir 50% dos novos alunos sem que sejam submetidos ao seu tradicional concurso vestibular. Essas vagas seriam preenchidas levando em conta a nota obtida no ENEM. A alegação dos universitários é que essa decisão “desvalorizaria o diploma” mackenzista.

Juro que tive muito boa vontade para entender esse processo de “desvalorização” anunciado. Afinal, qual a relação entre o resultado de anos de estudo (o “valor” do diploma) com a forma de ingresso na escola?

Suponhamos que essa metade de alunos que entrariam no Mackenzie via ENEM sejam beócios consolidados. Sim, eu sei que o ENEM não é lá a baba do quiabo e que TODOS os secundaristas devem prestar o exame, mas suponhamos também (usando o raciocínio do presidente do DA João Mendes Júnior), que todos os alunos “enemzistas” tenham fraudado o exame para obterem sua vaguinha. Afinal aquilo é uma várzea, as fraudes atingem 99% das provas.

Pois bem: está lá formada a bateria mackenzista, com 50% de Usain Bolts e 50% de paraolímpicos. É dado o tiro de largada, e quem fizer 100m em pelo menos 11s leva o diploma. O que o Mackenzie pode fazer:

1) deixa as exigências como estão (os paraolímpicos perceberão que não têm qualquer chance e cairão fora – o diploma não se “desvalorizaria”);

2) muda as regras, permitindo um tempo mais longo para a conclusão da prova. Em tese, isso significaria REBAIXAR o nível de exigência acadêmica do Mackenzie. E, aí, espertalhão, bate com as aflições dos meninos, não?

Bate, mas a coisa fica pior. Se uma faculdade COGITA fazer isso (adaptar suas exigências de acordo com sua “clientela”), é porque ELA JÁ É RUIM HOJE! É apenas uma expedidora de diplomas “on demand”, usando o mesmo modus operandi das UniEsquinas da vida!

Sim, trouxa, mas se o on demand for de alto nível, tá beleza! Ok, otário, mas desde quando o vestibular garante alto nível da faculdade? O alto nível depende EXCLUSIVAMENTE do que é ministrado e apreendido DURANTE o curso, não leva em conta a vida escolar pregressa do aluno. Os conteúdos são outros, a abordagem é outra, os professores são outros. O aluno que se vire se trouxer alguma deficiência de casa.

Se você acha uma casa bonita hoje e, sem que haja qualquer alteração nela, passe a achar feia só por causa dos novos moradores, é bem provável que você não esteja mais olhando a casa.

About these ads

7 respostas para Alunos Diferenciados

  1. Alemão disse:

    mas por exemplo se a universidade optar pelo quesito 1 (q acho mais provável), na visão dos alunos, a pontuação do Enade pode cair pois teria só 50% de Usain Bolts quando poderiam ter 100%.. Confesso q também não vejo ligação nessa desvalorização pois como vc bem disse, o curso não leva em conta a vida escolar pregressa do aluno… muitas vezes “paraolimpicos” fazem história justamente pela superação de deficiências..
    grande abraço

    Alemão, se os paraolímpicos abandonarem o curso, os restantes serão os Bolts. Isso não alterará a nota do ENADE, todos irão bem no exame. Abraço

  2. Os caras se preocupam tanto com o nível dos alunos que vem do ensino público, mas você ouve falar de nenhum que queira dar aula na rede estadual ou em cursinho pré-vestibular comunitário. Bem classe-média-sofre esse protesto.

  3. chutaqueehmacumba disse:

    Quando eu prestei vestibular, o Mackenzie era o que dava maior prazo de inscrição aos aprovados, justamente pra pegar a xepa de outras faculdades que eram priorizadas pelos estudantes. Daí tu vê a qualidade da prova ou do próprio diploma que seria desvalorizado…

    Mas eu odeio o Mackenzie, então essa opinião está contaminada, principalmente pelos confrontos de quase agressão nos Jogos Universitários dos quais participei hahahahahaha…

  4. Jujuquinha disse:

    qdo teremos mais um post sobre o paulito dedos de aluguel?

  5. Gabriel disse:

    “desvalorizaria o diploma” mackenzista, hahaha. Tem algum valor? Só burro paga!

  6. Blog do Lucho disse:

    Links da semana – 31….

    Alunos diferenciados, do Com fel e limão. Ou sobre o “apitaço” dos estudantes do Mackenzie contrários a reserva de vagas de alunos que passaram no Enem pois isso desvalorizaria os diplomas mackenzianos. Agora, como pode desvalorizar algo que não vale…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 432 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: