Isn’t She Lovely?*

outubro 30, 2009

Terça-feira é especial para mim. É o dia do rodízio do meu veículo. Acordo, pego minha mochila, vou até o ponto de ônibus pegar o cata-loco pro serviço. É um dia calmo, ônibus vazio, fone de ouvido rolando notícias.

Depois de um belo e produtivo dia de trabalho, troco de roupa e volto pra casa, andando por 8 km. Pouca coisa, quando se está disposto e escutando um Songs in the Key of Life do mestre Wonder, misturado com Echo & the Bunnymen.

Ponte da Vereador, Ibirapuera, Pavão, Quatá, Hélio Pelegrino, 16°C, trânsito tranqüilo. Na trilha sonora, Isn’t She Lovely. Neste momento, cruzamento da Amauri, atravessando a rua em seu último quarto, o semáforo abre para os carros. Contrariando a música que escutava, enquanto corria com a mão espalmada, pedindo ao mesmo tempo desculpas (e mais tempo para terminar a travessia), uma bela moça em seu veículo (fabricado por uma marca originária de um país onde a desonra muitas vezes resulta em haraquiri) acelerou, buzinou e mostrou o dedo médio para mim. O mesmo gesto que o Cristian do Timão fez em certa oportunidade, só que sem cruzar os punhos.

Para azar da extrema e externamente linda garota, ela ficou presa no meio do meu caminho. Não me alongarei contando a conversa que tive com ela, pois a moça é tão mal educada que o nobre leitor não merece ler os argumentos da acéfala dendroclasta: é mal educada, não sabe viver em sociedade e desconhece completamente as leis de trânsito. Conheci a biliar garota pelo lado negro de sua personalidade; do contrário, pegaria-a, fácil.

Segui meu caminho pensando sobre o ocorrido e cheguei à conclusão de que a moça nunca gastou sola de sapato nas ruas de São Paulo. Talvez tenha algumas caminhadas em Shoppings ou ruas comerciais, mas caminhar de verdade, enfrentando a ausência de setas de conversão, os sinais vermelhos e faixas de pedestres desrespeitados, calçadas inteiras em 30° (andar inclinado é foda), buracos, lixo, carros sobre o passeio… Nunca.

Escutando a versão do Echo para People Are Strange, percebi que a tal “moça bonita por fora” mudou meu foco para as coisas ruins do trajeto, e quase me esqueci de agradecer outra lindona que, educadamente, parou antes da faixa para que eu passasse.

* (texto do André Nogueira, só dei uma copidescada de leve – e troquei o título. Disculpaí…)


Gladiadores palermas.

junho 5, 2009

Essa porra de violência de torcidas organizadas já encheu o saco.

A partir de hoje sou contra toda e qualquer medida de segurança para evitar brigas e mortes entre torcedores adversários.

Não tem como colocar na cabeça desses caras que um colega de empresa que trabalha em outro estado possa estar no meio dos adversários.

Também é impossível mostrar que existe, ali no meio da pancadaria, um cara que gosta do mesmo tipo de música e freqüenta o mesmo samba-rock aos sábados.

É impensável a possibilidade de que o acaso os tornasse amigos de infância.

São pessoas com histórias de vida muito parecidas, cuja vontade de eliminar a si próprios, faz com que agridam seus semelhantes/clones.

Agora a moda das fusões chegou às torcidas. Até então restritas ao meio empresarial, chegaram às organizadas. O motivo é o mesmo: superação dos adversários/concorrentes.

Por tudo isso, repudio qualquer tentativa de apaziguação. É tarefa inglória. Esqueçam!

Querem armar emboscadas?

Ok.

 Avisem com antecedência para que a polícia possa preparar o local e evitar riscos para inocentes que passem no local.

Os “maria-vai-com-as-outras” pensariam duas vezes antes de entrar numa enrascada dessas e poderiam ser salvos.

Será a nova “Evolução Espécies”. Melhor, seria mais um passo da evolução das espécies. Afinal…bem….acho que não preciso explicar…

Uma vez todos extintos, teríamos paz.

Pensando melhor, infelizmente essa idéia não surtirá efeito.

Infelizmente o ódio é o mais emocionante e agregador dos sentimentos.

Teríamos que melhorar a educação, cultura, formação moral, desigualdade, etc., etc, etc..

A batalha não terá fim.


Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 432 outros seguidores