Já que ele não posta aqui…

Apesar de devidamente autorizado, Humberto Capellari, astuto comandante-em-chefe dos não menos astutos blogs “O Cata-Milho” e “Encalhe” não posta neste humilde espaço. Mas como texto de internet e cu de bêbado não tem dono, ctrl-c-v! Não tem dono, mas eu dou o crédito: Humberto Capellari, um dos sujeitos mais geniais que eu já conheci. É longo, mas vale cada linha.

O mundo vai acabar!! A gente só precisa ajudar! Método Kda1.Kda1 de Auto-A-Judas! O Çegredo!

Maio 27, 2008

Digamos: você aí, meu amigo, minha amiga…digamos que você possua um mínimo de “consciência ecológica”, essas coisas. Ou, talvez, que ache bacana o trabalho das muitas ONGs conservacionistas. Legal, né? Mas, havemos de reconhecer, nem todos queremos passar o resto da vida salvando crustáceos do Himalaia, não é? Mas, sabemos que algo podemos fazer: não desperdiçar alimentos, água, evitar o consumo exagerado, a produção de detritos, lixo, reduzir o uso do automóvel, de petróleo. Não é porque a vEJA diz que o aquecimento global não existe, e alguns cientistas dizem que existe; que alguns colunistas de direita dizem que não existe, mas colunistas “de esquerda” dizem que existe; que alguns cientistas dizem que não existe, mas algumas revistas dizem que existe…Enfim!! Não é pelo fato de não existir consenso, que não possamos dar nosso pitaco. Aliás, nós estamos mais do que envolvidos nisso tudo. Ou você acha que o planeta em que, dizem, haverá guerra pela posse dos recursos hídricos é qual? Marte? Besteira. Em Marte deve ter é petróleo.

Voltando. Se você acha que vem agindo “bem”, e que, apesar das freqüentes farpas entre a direita e a esquerda, as ONGs fazem o trabalho certo – sendo, então, alvos de direita e esquerda, cada qual acusando as ONGs de pertencerem, camufladamente, ao outro lado – apesar disso, vai que você não saiba, e ambos estejam com a razão. Haveria, sim, um consenso. Paz, finalmente.

Você, meu amigo, sabe de que lado está? Você pode provar que o aquecimento global existe? E, pode provar, por outro lado, que não existe? Lógico que não.
Então, liberte-se: para quê continuar agindo “bem”? No More, Mr. Nice Guy.
Pense agora, principalmente, naqueles que não crêem ( ou são pagos para isso ) no aquecimento global. Seja honesto. Você não tem – repito – como provar. Como eles também não podem.

Mas, digamos que exista mesmo e eles estejam enganados. Ou que estejam a soldo de interesses que não dizem o nome. Pense nos colunistas de direita. E pense em seus filhos e netos.

Agora eu pergunto: que catzo nós temos na cabeça, que nos inibe, e nos leva a querer que o planeta continue existindo? Para quê deixar o mundo para o filho do Diogo Mainardi, ou para os netos do Olavo de Carvalho ( se é que ele têm algum ), do Rush Limbaugh, do Reinaldo Azevedo, do Fernando Henrique, do Klan Civita? Se eles mesmos não pensam em catástrofe…quem, eu me preocupar? Economize água, recicle papel e plástico, e deixe um mundo para os descendentes dos personagens mencionados comandarem.

Isso é injustiça para conosco!!

A solução é: POLUIR!! MAIS E MAIS!!

Por quê não emporcalhar o mundo agora mesmo? Traga para si o sucesso e o prestígio que tanto buscas! Tenha o destino do mundo em suas mãos, e a prosperidade te iluminará! Garantindo, assim, a inviabilidade da vida neste planeta, daqui uns 50 anos e alguma lambuja. Pense nisso. Abra a torneira, deixe a água correr por umas duas horas, para começar. Deixe-a escorrer pelo ralo. Relaxe. Medite. Sem estas estúpidas amarras morais, você se sentirá livre, leve. É aí que nosso método demonstra – claramente – seus efeitos inegáveis e benéficos para sua vida!!

É claro que você não precisa fazer isso pensando apenas nos netos do Olavo, do Reinaldo, dos Civita. Eles ( os avôs ) nem sabem que você existe. Pense naqueles seus vizinhos de classe-média. Ignaros, mal-educados e ( sabe-se-lá o motivo ) narcisistas. Observe seus ( dos vizinhos ) filhos: mimados, igualmente mal-educados. Perceba o quanto o pai se empenha para garantir ao filho um futuro “de qualidade”: refeições regulares, escola particular, revista Recreio, dentista, jiu-jitsu, cursinho, facú ( USP, pois o cara não faz isso pensando naquelas que cobram caro e estão abaixo dos quesitos do MEC ), inglês, informática. Tranca o filho numa redoma contra o mundo lá fora. Preparando o moleque para que este ganhe seu primeiro milhão antes dos trinta mortos, digo, anos.

Pense: esse tipo de gentalha se detém diante de questões morais e éticas? Isso não dá dinheiro, cara!!

Princípios não enchem a carteira.
Eles é que estão certos. Se “as empresas” ( eu adoro quando eles falam assim: “as empresas” têm vida própria ) pagam, não importa o que façam, você vai lá, cumpre, e tchau e bença.

Por exemplo: os professores da rede estadual de São Paulo. Olha o massacre a que estão submetidos pela holding Governo do PSDB/ P ( iG )/ imprensalão. Quem lê o eSTADÃO ou a vEJA, pensa que os professores “não têm preparo”. O leitor da vEJA, claro, engole esta fácil, fácil.

A verdade é que, sem o diploma universitário, não se pode dar aula. Quer dizer, não vou dizer que toda a rede estadual exige isso. Mas um professor me garantiu que a grandessíssima maioria do quadro docente é diplomada. Mas, quem liga?

Pois então. Encanadores são muito mais úteis hoje em dia, que professores. Óbvio concluir que TODO O QUADRO docente da rede estadual deveria ABANDONAR as aulas. Deixa para o Serra e sua Secretária de Educação irem para a frente do quadro-negro.
Por quê o exemplo e o que isso tem a ver com o que foi explanado acima?
Outrora profissão de destaque e reconhecimento social, a docência deixou de ser importante para a própria população. Vejam o caso do aluno que discutiu com a professora por esta não deixá-lo sair da sala, para que ele assistisse a um jogo de futebol. Foi o primeiro jogo entre São Paulo e Fluminense, pela Libertadores. Ameaçou a professora, a diretora e brigou com PMs em plena sala de aula. Foi auxiliado por outros alunos que arremessaram carteiras nos guardas. No final das contas, irá responder por destruição de patrimônio público e, talvez, desacato. As funcionárias da escola, por medo de represálias ( um eufemismo, claro ) têm se recusado em comparecer ao trabalho. Como ainda há Justiça, mesmo que a do acaso, o São Paulo se fudeu e foi desclassificado pelo Flu.

Ou seja: o camaradinha pode ter ferrado seu futuro, por causa de uma bosta de um jogo de futebol. Sua educação não é prioridade, em sua própria avaliação!!
Oras, se os próprios jovens de hoje – que só utilizam a cabeça para usar boné, e ainda usam o boné de modo errado, observem – não se preocupam com o futuro das coisas, e seus pais menos ainda, por quê haveríamos nós de fazê-lo?

Num próximo post: O relato de um feliz usuário de nosso método que, depois de ter sido agredido por rapazes dentro dum ônibus em São Paulo, após ter solicitado a eles que observassem a lei e parassem de ouvir som alto dentro do veículo, finalmente descobriu “O Çegredo” e atingiu o sucesso. Leiam um trecho de seu espontâneo depoimento:

” ( … ) Parece mágica!! Depois que pus em prática o que aprendi pelo ‘Método K.Da1, K.Da1 de Auto-a-Judas’, minha vida melhorou em 1000%! Eu que, antes da agressão que sofri, segurava sacolas para passageiros do ônibus em que viajo, parei de fazer isso. Ignoro solenemente as dificuldades alheias. Não faço favores. Como trabalho em banca de jornal, sou muito solicitado por pessoas que desejam informações, como a localização de locais e ruas. Eu apenas digo “não sei” e, mesmo que saiba, nego. Não é problema meu. Na verdade, os jovens que me agrediram, acabaram me libertando. Passei a observar melhor o mundo à minha volta. Percebi que aqueles jovens NÃO SÃO OS ÚNICOS passageiros de transportes coletivos a ouvir música alta ao celular dentro do veículo, apesar da proibição por lei. Graças a pessoas assim, estou desobrigado de fazer coisas, além de minha obrigação!!! Graças a eles, eu não faço mais gentilezas para os outros. Vai saber, até mesmo a mãe deles precisou de mim um dia, e eu neguei-lhe meu auxílio, sem culpa. Muito obrigado a vocês, jovens e a – PRINCIPALMENTE – você, Método K.Da1, K.Da1 de Auto-a-Judas !!! ( … )”.

COMECE HOJE MESMO A UTILIZAR OS ENSINAMENTOS PRECIOSOS DO MÉTODO K.DA1, K.DA1 DE AUTO-A-JUDAS”

Anúncios

One Response to Já que ele não posta aqui…

  1. Humberto Capellari disse:

    Vinícius, queira por favor deixar os exageros de lado quando for referir-se à minha pessoa…
    O contrário do que você disse é que é a verdade.
    E, sifaizfavoire, faça um esforço e escreva com mais regularidade neste blog, sim?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: