Eu, otário

Achei um post interessante no Blog do Mello: uma análise da proposta das Organizações Tabajara Globo, para a inscrição numa arapuca iniciativa denominada “Eu, repórter”, onde os candidatos a otários repórteres podem enviar fotos, textos, filmes e outros meios para que sejam publicados no portal Globo.com.

O envio do material deve ser acompanhado da concordância com os termos do acordo leonino contrato, que prevê a cessão total, irrestrita, irrevogável e irretratável dos direitos autorais, o que significa em última análise que você, se quiser depois ver o seu conteúdo publicado, e o mesmo estiver alocado numa área exclusiva do portal, terá que pagar/assinar. Isso, pagar para ver a sua própria obra. Além disso, a Globo.com pode comercializar livremente o seu material com terceiros (agências de notícias), sem dar-lhe satisfação ou um só centavo por isso.
Muita gente pode pensar: “mas e daí? É uma forma de divulgar o seu trabalho num grande veículo, e, de repente, abrir portas.”. Na internet? Acho que não precisa. Abra você mesmo o seu blog, selecione o conteúdo, publique e, mais dia, menos dia, alguém vai ver. O bom e velho Google se encarregará disso. Se for bom, mesmo, o reconhecimento chegará. Grátis e sem atravessadores.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: