Caravaggio X Michelangelo

Desculpem pela má qualidade, mas no busão foi o que deu pra fazer…

Certo dia, Michelangelo foi contratado pela igreja para pintar o teto de uma capela. Caravaggio, enciumado (pois se achava muito mais artista que Michelangelo), teve um acesso de raiva e, após concluído o trabalho, encheu-o de rabiscos e estragou o afresco.
Esta “quase foto” aí de cima é do acesso em desnível à Av. Paulista (você sabia que esse acesso é um “aborto de obra do Maluf” – uma via expressa subterrânea até a 23 de Maio -?). O mural, agora (ou há muito, não tinha visto) rabiscado, foi pintado em homenagem aos 100 anos da imigração japonesa, por um grupo de grafiteiros, a convite da prefeitura de SP.
Assim agem os novos artistas: se não são convidados para a festa, quebram o salão.
Demasiado humano é tinta” foi o epitáfio escolhido para o grafite. Não entendi, sinceramente. Poesia concreta nunca foi meu forte…
O fato é que “ele ficou bem feio, não tiveram dó!” *
ps.: desnecessário dizer (dada a advertência do blog, no alto da página), mas não custa: não sei se Caravaggio e Michelangelo foram contemporâneos, nem vou pesquisar. Estou com preguiça muito ocupado.
* como costume, mais uma vez cito Mano Brown.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: