“Nova” São Paulo: 5 mamárias, 3 safenas e 1 Kg. de torresmo

Los Angeles e sua "friuei" (fristei?) com 19 faixas de "enrolamento"

Los Angeles e sua "friuei" (fristei?) com 19 faixas de "enrolamento"

Não ter que se deslocar em SP é talvez uma das coisas mais salubres e garantidoras de longevidade que um cidadão paulistano pode fazer. É mais saudável do que correr, andar, jogar bola ou nadar. Não há nenhum exagero nisso: pergunte a uma pessoa que chega em casa após enfrentar o transporte público superlotado, ou o transporte individual engarrafado.

Ontem, no horário da novela, passou (nunca tinha visto isso antes) um comercial da CET, a briosa (quem me conhece sabe que não há ironia aqui) Cia. de Engenharia de Tráfego, alardeando todas as ações para “fazer a cidade andar”: mais “marronzinhos”, mais viaturas, mais atendentes, rodízio de caminhões…

Evidentemente, não entendi. Não entendi porque, muito embora esteja hoje no rol dos privilegiados que não saem de casa, eu vejo aqueles quadrinhos na internet, mostrando a extensão dos congestionamentos. E, não raro, tenho visto índices acima de 200 km., fato que só ocorria em dias de catástrofe. Pode ter mudado a forma de medição, sei lá. Só sei que estão faltando só 200 km. pra chegar no RJ.

Também não tenho acompanhado com atenção as obras viárias da prefeitura. Fiquei sabendo de um projeto de ampliação da marginal Tietê, que deve ser mais imbecil que a friuei do Maluf.

É, mas agora vi que o buraco é bem mais embaixo. Uma série de obras viárias absurdas, aliadas aos mais de 6.400.000 carros “circulando” atualmente na capital, deverão transformar a cidade no maior estacionamento do planeta Terra. No link acima, está escrito que o valor gasto nessas obras daria pra construir duas “linhas 4” do metrô, inteiras! Sei lá se dá mesmo, mas os caras vão enterrar bastante grana em uma coisa que não funciona. É simples: carro em SP é como gás: quanto maior o recipiente, mais espaço ele ocupa. E como entram em SP uns 500 carros novos por dia, logo se atingirá a pressão máxima.

Medidas para desestimular o uso do automóvel? Nem pensar! Começa a falar nisso e os “juristas-automobilistas” invocam “liberdade de ir e vir”, “eu pago IPVA”, “direito de locomoção”, “tradição, família e propriedade”, “São Serapião”, o cacete. Então tá, pessoal. Sai todo mundo de carro e fica parado na rua. Já vi rolar muita amizade nova em congestionamento.

Pô, taí! Que tal um “twitter automobilístico”? Todo mundo instalando um display de 140 caracteres no teto do carro, teclado no volante… Olha, isso dá samba, hein?

Mais informações AQUI e AQUI. Bons blogs!

Anúncios

2 Responses to “Nova” São Paulo: 5 mamárias, 3 safenas e 1 Kg. de torresmo

  1. humbertoacapellari disse:

    Mmmmmm. Muito bom, mesmo. E tem gente que chama esse suicídio coletivo de “jeito paulistano”.

    Poizé, poizé… Porra, nego, lembra da propaganda da Vimave? Vou ver se caço no vocêtubo…

  2. […] A todos eles, que tanto xingaram os corredores da Marta por tirar espaço dos seus carros, uma sugestão: quando entrarem no metrô lotado e levarem aquela “encoxada básica”, relaxem e gozem! Ou usem seus carros particulares, afinal a vocação de SP não é ser Paris, é ser Los Angeles. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: