2010 promete!

O Cloaca News fez um post denunciando uma ameaça recebida, envolvendo Neil Ferreira, que atualmente escreve no Diário do Comércio. Nesse post, linkou um artigo escrito pelo publicitário, onde ele senta a marreta em Ciro Gomes, a respeito dos (ainda) boatos sobre a participação do deputado do PSB na disputa pelo governo de SP. Este limoeiro que vos escreve foi lá, leu e comentou.

Não entrei no mérito da argumentação do cabra, mesmo porque (vocês podem perceber indo até lá) o texto é um amontoado de clichês mal-costurados, grosserias, citações preconceituosas, enfim, é pura RAIVA. Apenas disse ao senhor que o texto estava ruim, mal-escrito, confuso e, principalmente, SEM GRAÇA nenhuma.

Ontem à noite, recebi um míssil teleguiado e-mail do Sr. Ferreira, tão mal-escrito e grosseiro quanto o seu texto no Diário do Comércio. Deve ser o “estilo” dele. Respondi, e ele, hoje pela manhã, me treplicou. Tá aí embaixo “o combate” – ctrl c-v sem edição:

—————————————————

1º email do NF:

“Agradeço a leitura do meu artigo, ainda que não concorde com o que escrevi. A democracia que almejo recusa o pensamento único, pressupõe o livre convívio dos opostos e o contraditório é o seu oxigênio. Fiquei feliz com seu e-mail, Ciro deve ter recebido as cópias (eu as enviei) e certamente encorajou-se mais ainda a vir a Sumpólo, a maior cidade nordestina do mundo, disputar alguma eleição, ou o gunnnverrno do Estado, ou o lugar de vice da ex- guerrilheira (acho que não é mais, sua história está sendo reescrita a cada dia) Dilma, ou, nanico que sempre foi, a presidência pelo PSB. Um dos e-mails caridosamente diagnosticou com enorme velocidade a minha condição de doente da “gripe suína”, o que me possibilita buscar tratamento rápidamente. Se fosse depender do diganóstico do sistema de saúde do ministro lullista Temporão, definido pelo presiMente como “um dos melhores do mundo”, eu teria que esperar dez dias e talvez viesse a falecer, para sua satisfação. Sabe-se que no Chile as fatalidades cairam quase a zero devido aos dianósticos precisos, feitos em uma hora e meia na rede dos postos de saúde, enquanto as daqui aumentam assustadoramente. Outra coisa, há uma muito conhecida estatística norte-americana que aponta que uma mensagem enviada a uma redação, como a sua, representa cerca de 200 outras que foram pensadas, mas não redigidas nem enviadas — tanto contra como a favor. O que me leva a crer que esse artigo que escrevi tocou em algum nervo sensível e exposto dos dentes talvez cariados dos leitores. Os e-mails provaram ao Editor do DC que meus artigos são muito  lidos e provocam reações, devo isso a vocês, o que  reconheço agradecido; Talvez vocês não almejassem tal efeito colateral, mas minha coluna ganhou enorme prestígio com suas manifestações. Apreciei também que a linguagem utilizada, embora forte, não tenha descido ao esgoto de um dos seus correligionários, que mando abaixo para seu gáudio, pena que esse corajoso lutador não tenha coragem de assinar seu nome, como você asinou o seu e eu assino o meu. Sinceramente, NEIL serra em vocês todos FERREIRA”

—————————————————————

Minha resposta:

Sr. Neil Ferreira,

Talvez o Sr. tenha preparado uma “resposta padrão” para aqueles que comentaram no seu post criticando-o. Infelizmente, suas confusas palavras não se aplicam ao meu comentário. Vamos ao que interessa:

1- minha crítica ao Sr. pautou-se, EXCLUSIVAMENTE, à forma confusa e pretensamente irônica (reiterada nesse email) com que expressou suas idéias. Apenas disse, em português claro, que o senhor é uma pessoa que se acha engraçada, mas não tem graça nenhuma. E não tem nada a ver com seu posicionamento político, é questão de falta de estilo, mesmo. Muitos correligionários do Sr. são pessoas MUITO engraçadas e de fina ironia. O Sr. é do time da grosseria, da comparação chula, do exagero dispensável.

2- Respeito as posições políticas e as convicções pessoais de cada um. Lendo seus textos, percebe-se que a recíproca não é verdadeira, dada a quantidade absurda de impropérios, expressões preconceituosas e desrespeitosas proferidas a quem o Sr. não aprova como governante. Pior, também desferidas contra quem o Sr. deve considerar indigno de eleger alguém – no caso, o povo nordestino.

3- Se a minha manifestação melhorou o seu “cartaz” junto ao seu patrão, ótimo para o Sr. e péssimo para os leitores do jornal, que poderiam ser agraciados com textos de alguém que tivesse a mesma opinião e posicionamento político do Sr., mas que escrevesse de maneira mais clara. E fosse, verdadeiramente, engraçado.

Pelo visto, seu patrão é tão obtuso quanto o Sr., o que explica muita coisa sobre a sua coluna no jornal.

Vinicius Duarte

—————————————————————-

Bem, aí chegou isto aí, dele:

O senhor certamentamente está entre os 84%, respeito, fique por aí.

Pode ser que esteja entre os 50 milhões que vivem às minhas custas, recebendo o bolsa-esmola, aproveite até que um dia otariado se revolte e a boquinha acaba.

Se estiver entre os70% de analfabetos e/ou analfabetos funcionais que mal compreendem o que leem, faça um supletivo e vá aprender alguma coisa.

Escrevi e assinei a minha opinião num artigo, recebi 10 e-mails de críticas e mais de 100 de elogios. Dos e-mails críticos, 8 eram com nomes e endereços falsos, cumprimento-o por enviar seu nome e endereço verdadeiros, assumindo o que faz, o que é raro no lullismo.

Não sou confuso, meus textos têm um editor e um revisor que não admitem obscuridade nos que é publicado.

O senhor deve ter bebido antes de ler.

Ler é como dirigir.Se for ler, não beba.

Sinceramente,

Neil Ferreira

——————————————————–

A tréplica:

Sr. Neil Ferreira,

Como publicitário, o senhor deve saber muito bem que a eficácia da mensagem depende do bom uso do meio para transmiti-la. Dizer a mim que o senhor não é confuso, que tem editor, revisor, etc. não tem o condão de melhorar o seu texto aos meus olhos. Repiso: seu texto é RUIM, pelos motivos que já expus anteriormente. Se quiser um copidesque ou uma revisão naquilo, posso fazê-los, mediante boa paga (porque o trabalho é árduo).

Quanto à sugestão sobre ler e beber, digo que aplica-se também ao ato de escrever.

————————-

Se um ano antes o nível está assim…

————————————————————-

UPDATE: o cabra teve a pachorra de me mandar outro míssil, anexando um tipo de “esta é sua (dele) vida”, uma peça auto-laudatória de gosto tão duvidoso quanto as outras. Resposta abaixo:

Sr. Neil Ferreira,

A última, por favor. Isto já está ficando patológico. E eu não sou psiquiatra.

1 – O senhor, em minha opinião, segundo o meu julgamento, no meu entendimento, para mim, etc., etc., ESCREVE MAL PRA CACETE, porra! Pode me mandar 3.500 páginas de escritos, cópias de diplomas, curriculum, “hilights” (sic), depoimento de amigos, do teu chefe, foto do “Leão de Ouro”, elogio do Washington Olivetto em guardanapo, O CARALHO, não vai mudar a minha opinião sobre o que o senhor escreveu. O máximo que pode acontecer é: 1a – eu achar que você é um puta de um sortudo; 1b – que o mundo da propaganda é feito de beócios, que reverenciam como “gênio” um “redator publicitário” como o senhor.

2 – Senhor, eu não sou ombudsman do Diário do Comércio, muito menos leitor. Portanto, a minha opinião (conhece isso? respeita isso?) sobre seu trabalho não deveria atingi-lo tanto a ponto de me mandar 4 emails me chamando de bebum, analfabeto funcional, desdentado, etc. Leia com atenção: minha crítica é restrita ao seu texto, só isso. Não o xinguei, não o agredi pessoalmente, nada. Apenas disse que o seu escrito é uma bosta. Não disse que o senhor é uma bosta. E nem poderia, pois nunca o vi. Mas o senhor, mesmo NUNCA TENDO ME VISTO NA VIDA, disse que eu “bebi antes de ler”, que recebo “bolsa esmola”, “atestou” a minha escolaridade, minha filiação partidária…

3 – A arrogância é a minha maior virtude, principalmente quando usada contra tipos como o senhor. Sou, sim, arrogante, mas sem nunca esquecer que sou insignificante no mundo. Não me levo a sério, e odeio gente que se leva tão a sério, como o senhor, a ponto de ter a pachorra de anexar seus “hilights” (sic) para “provar” quem é, foi ou deixou de ser. Gente que acha que vai impor o seu modo de ver as coisas na marra, na porrada, na grosseria, no ataque vil. Aqui, não, violão!

4 – Nem sei ainda em quem vou votar no ano que vem, mas o Serra deveria impedir os seus correligionários de cometerem “ajudas” como aquele texto, porque são, certamente, um desserviço à candidatura tucana em 2010. Só de ler o que o Sr. escreve, eu já pendo para outro lado, seja ele qual for. “Dize-me com quem andas e te direi quem és”.

5 – Agora ficou pessoal, mesmo: nem o conheço e já não vou com a tua cara.

Vá se foder, e enfie no cu todos os seus prêmios.

Sucesso!

Vinicius Duarte (O insignificante que SABE que é insignificante)

Anúncios

10 Responses to 2010 promete!

  1. Stella disse:

    Nossa Vinícius! Esse cara é um escroto! Argh!!!! A propósito, só li os e-mails, o texto dele não consegui passar do primeiro parágrafo. Não tenho estômago! Bj

    E o pior é que ele me mandou outro e-mail agora, quando voltei do almoço, Stella! Com o “curriculum” dele. Na verdade, segundo ele, apenas “hilights” (sic) de seus inestimáveis préstimos ao mundo da propaganda (cago quilos!). Acho que ele está com “terceiras” intenções… Sai do meu pé, nego!

    Beijo

    • Stella disse:

      Ihhh Vinicius, ele apaixonou…. acho que ele é do tipo “me bate que eu gamo”… hauhauhauha Eu hein!!?? Te livra… outro bj!!!

      E se eu te contar que o cara me mandou OUTRO email agora! Um artigo (que nem li) assinado por aquele “clone do Dutra” da Jovem Pan, o José Nêumanne Pinto – vê lá que literatura do cacete… Vou passar vaselina no pé, pra ver se ele desgruda, hehe.
      beijo

  2. Ademir disse:

    Sim, promete, mas esse Ferreira aí não tem fôlego não, fraquinho….
    Não sei se fico curioso ou preocupado com o que vai sair da cabeça do Mainardi e do Azevedo, apesar de já estar acostumado com a indignação seletiva dos dois.
    Mas tenho a impressão, Vinicius, que o reinaldomainardismo está caminhando cada vez mais pra o caricato. Chato é ver blogueiro que antes xingava esses dois agora dando crédito.

    Até 2010 então, espero que meu Avaê ainda esteja na série A ao menos…

    Um abração!

    Ademir, tem uma atualização no post, porque o xarope ainda me mandou outro email! E eu perdi a paciência, hehehe…

    Sobre o blogueiro, é o Gravataí, né? Realmente, ele está descambando. Tá avalizando até “denúncia” do DM. Tá foda, mesmo…

    Agora, o teu Avaí vai ficar na série A. É um time arrumadinho, e tem o “graaaande” Marquinhos.

    Abraço

  3. Ademir disse:

    Eia, porra!

    Que maluco! Escrevi antes de vc atualizar.

    Mas sério Vinicius, tipos como o Ferreira não são decisivos, antes o contrário, pois queimam o filme de quem apoiam.

    Sim, é o Gravataí. Ele é diferente, um cara muito inteligente, nem se compara a essa mula q tá te enchendo a paciência, mas, NA MINHA opinião ele está se deixando levar por ressentimento.

    O episódio Nassif-Janaina Leite ano passado marcou essa virada, desde então o rancor tomou conta. Se tornou vingativo, achei péssimo.

    Não sei ao certo, sou catarinense, mas ele se alinha nas posições politicas da Soninha, não? Serra e Kassab são inatacáveis desde que Soninha os apoiou. Está no direito dele, mas faz um baaaaita esforço para parecer que essa mudança não tem nada a ver com o que o cerca politicamente.

    O visito sempre, mas perdi o gosto quando ele tomou um verdadeiro BAILE do Thiago Mesquita (Blog do Guaciara)em relação ao imbróglio sobre Cuba-Fabio Konder, e, infantilmente, não admitiu a superioridade dos argumentos.

    Vamos ver o que essa campanha nos reserva.

    Ademir, eu gosto do estilo do Gravata por uma coisa: ele não bate abaixo da linha da cintura. Fica sempre no campo das idéias, mesmo quando defende teses furadas (como essa de Cuba). E, sinceramente, no episódio com o Nassif, eu acho que ele tem razão em muitas coisas. Não sei se você chegou a ver o “blog-fantasma”, mas lá tinha muita coisa (documentos) comprometedora. O Nassif é um cara muito enrolado, nunca explicou CLARAMENTE o seu rolo com o BNDES e, pior, é PENDULAR: cada hora tá de um lado: já babou litros de ovos pelo Serra, agora é Lula desde criancinha. Não confio nele.

    Teve um episódio comigo, quando comentei que ele (Nassif) se fazia de vítima nessa história dos processos da Abril, e o Eduardo Guimarães veio pra cima de mim, mais truculento que o RA, me xingando de tudo quanto era nome (a Stella sabe dessa história, tem post aí soterrado no blog).

    Mas é certo que o Gravataí não é nem um pouco “isento”, e também guinou à direita no seu “reaparecimento”. Pesa contra ele uma coisa muito grave: ele apagou todos os posts do blog antigo, porque poderiam depor contra a sua “nova cara”. E a Soninha (ex-patroa dele), essa aí nunca me enganou (mentira, enganou no começo – fiz até campanha pra essa tranqueira)!

    Enfim, internet é assim: filtro ligado, porque ninguém é santo.

    Abraço.

  4. […] fim, um outro blogueiro surgiu nos comentários do CN oferecendo mais um petisco aos […]

  5. Lelo Brito disse:

    Putz! Que lástima!
    Mais um que queima a classe publicitária.
    Me lembro que na faculdade muita gente (professor e alunos já no mercado) não curtia muito o cara e suas idéias.
    Aliás, uma das histórias que contaram pra gente sobre ele foi sobre um auto-exílio, que na minha opinião deveria ser eterno.
    Realmente, é o tipo de sujeito que, numa roda de amigos, faz a gente mentir sobre a profissão.
    “Publicitário? Nããão… Faço freela de go-go boy em Sinop…”

    É foda. Mas da publicidade ele sumiu (foi sumido). Agora, faz essas aparições fantasmagóricas por aí. É um leão banguela de circo do interior. Aliás, o Leão do IR saiu da cabecinha dele, né?

    • Lelo Brito disse:

      Ah! Que grande contribuição, não?!
      Tornar assustador algo que já é um pesadelo para qualquer ser humano em idade laboral…
      Hehehehehe!
      Googleando por aí, não me lembrei (nem vi) nenhuma contribuição relevante à Publicidade, a não ser ter torrado o saco do Zaragoza…

      É verdade, Lelo! É a mesma coisa que, numa campanha para banco de sangue, arrumar como garoto-propaganda um Vampiro bem dentuço! hehehehe…

  6. Ademir disse:

    Não tenho mais nada a acrescentar, vc foi bem elucidativo!hehehehehe

    Li seus comentarios lá no IM também, ta foda, ta foda…

    abraço!

    É, pelo que eu vi tem um lá pendurado, ainda. Abs

  7. O sujeito é tão tosco que chamou o Vinícius de “analfabeto funcional”. Bom, é só ler o que Vini escreveu pra perceber que não se trata de um “af”. Logo, o senhor Ferreira parece ser alguém péssimo em avaliar as coisas. Isso quer dizer que, se erra com Vinícius, também fará noutras circunstâncias.

    Depois, se você quiser, eu te repasso os trocentos emails que o cara mandou depois, ele não se conforma! tosqueira em estado bruto, hehehe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: