Sociedade de Idiotas

fail-owned-lighter-fail

Sete de agosto, Dia Paulista de Proibição do Fumo. Data exclusiva dos Paulistas, como o feriado de 9 de julho.

Daqui a um mês, comemoraremos a independência do Brasil, e aqui na terra bandeirante estamos caminhando a passos largos para a dependência total. Não a dependência química ou psicológica que fumantes como eu nutrem pelo cigarro, mas a dependência de alguém que nos diga como devamos nos organizar como sociedade, nos aspectos mais comezinhos. A cada dia mais, pedimos para nos dizerem como devemos interagir com os outros cidadãos. Caminhamos para o estabelecimento pleno da sociedade dos idiotas, onde sempre um ente superior deve nos dizer como agir, como educar os filhos, como andar pela rua. Leis, regulamentos, placas, vigias, guardas, fiscais, chefes, cordinhas para nos mantermos um atrás do outro nas filas (nem disso somos mais capazes, é a “sociedade da labirintite”)…

Sobre uma “sociedade livre do tabaco” e, ao mesmo tempo, refém de pessoas ungidas do dom de dizer o que é melhor para nós, sugiro este texto aqui, do André Forastieri (ele só fuma “recreativamente” –  não é,  André?).

Lembrando aos incomodados pela fumaça fétida do cigarro que, aqui em São Paulo, a partir de hoje, é proibido uma pessoa abrir um bar exclusivo para fumantes/simpatizantes, um hipotético local onde vocês – Serra, Drauzio Varella e demais inimigos do tabaco – jamais colocariam os pés. E dizem que isso é “respeitar direitos”.

E (já disse isso antes) não há coisa mais hipócrita que restringir o consumo de uma substância, sob o argumento da saúde pública, e, ao mesmo tempo, não impor nenhuma restrição à sua produção e comercialização.

Governador Serra: como o senhor mandou, vou parar de fumar. O senhor sabe que não é fácil. Não sabe? Pergunte ao Dr. Varella, ele é ex-fumante! Sou “SUS-dependente”, não tenho dinheiro para tratamento particular. Algumas perguntas:

1 – Se eu for numa daquelas suas “farmacinhas do povo”, eu posso pegar adesivos de nicotina (caros bagarai…) para aplacar a minha “nóia”?

2 – Aqui em SP somos milhões de fumantes; onde fica o “hospital do fumante arrependido”, para nos tratar da dependência química? É, mas não me indique aqueles programas de cobaias do HC, porque estão lotados. Ah, só mais uma coisa: aquele telefone que vem escrito nos maços de cigarro (“disque pare de fumar”) não funciona há séculos, tá? Avisa as fumageiras, por favor.

3 – Tudo bem, o sr. não está nem aí comigo, entendi. O sr. fez essa lei para “proteger o não-fumante”. Legal! Então, por que não posso nem ir a um local livre DELES?


Anúncios

11 Responses to Sociedade de Idiotas

  1. Valdir disse:

    Tem mais um ponto que eu, ex-fumante, gostaria de ver abordado: sim, o cigarro faz mal, é bom que haja restrições a seu consumo. Tudo bem.

    E as outras substâncias tão ruins ou piores que o cigarro? Álcool, Coca-cola, Fanta, tubaína, torresmo e similares? Por que essa preocupaçao com uma substância e nenhuma com as outras? Comparado aos efeitos do álcool o cigarro é quase benigno. Além do mal que faz diretamente no corpo do consumidor, ele leva seus entusiastas a dirigir como loucos, e criar uma “coragem” espantosa, causando milhares de mortes. A maior causa de conflitos e agressões é o álcool.

    Don’t let me be misunderstood: eu bebo e, ainda por cima, como torresmo. Já cheguei ao extremo de beber Fanta uva.

    Sem fazer nenhum juízo de valor, mas é inacreditável que se possa montar um estabelecimento para consumo de álcool, para comer hamburger e batata frita, para estimular a prostituição, para apresentações de pagode e axé e seja PROIBIDO que fumantes montem um estabelecimento onde se possa fumar e beber litros de café.

    Caraca, tu és radical, mesmo! FANTA UVA????? Velho, fanta uva deveria ser usada como CONTRASTE para exame de imagem!

  2. André Nogueira disse:

    A fumaça não me incomoda, embora não seja fumante. Talvez por ter convivido por 16 anos com um pai fumante dos mais ativos. Lógico, tinha ânsia qdo entrava no banheiro depois dele todos os dias de manhã, não pelo futum da “obra”, mas pelo primeiro cigarro do dia. Pensando bem, tavez fosse a mistura da “obra” com o cigarro. Ele parou de fumar e virou um não fumante radical e ativista chato, o que é peculiar a personalidade do velho Aresky. Aliás, se não me falha a memória fetal, minha mãe fumou enquanto eu estava no ventre dela.
    O citado vicio em fanta uva nunca tive, nem da laranja. Tinha um pior e muito mais nocivo: comer um misto quente com o queijo escorrento e tostado na borda com uma caçulinha de guaraná todas as tardes. Parei com ele qdo comecei a beber. Não imagino o motivo. Talvez seja pq substitui pelo vicio em jabá com jerimum e manteiga de garrafa.

    Velho, se tem uma coisa que eu não faço é esse mix “artesanato sanitário” + cigarro. Deve ficar um cheiro de Derby vermelho da porra!
    Fala sério, cada viciado que tá aparecendo aqui… Fanta Uva, misto quente melecado com caçulinha, jabá com jerimum! Tá faltando os viciados em C.S.I., Friends, Sex and the City, Survivor/Nolimite, BBB…
    Haja LEI pra coibir tudo isso! Trabalha, Legislativo!

  3. André Nogueira disse:

    Mudando o alvo e falando sério, sofro mil vezes mais com a fumaça dos escapamentos dos veículos à diesel com motor desregulado. Q tal lotar a cidade de fiscais e tirar pelo menos os veículos desregulados de circulação? Afinal, uma fumaça que prejudica até em local aberto é muito mais perigosa.

    Cortei o repetido, André. Para isso aí tem a… inspeção veicular! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  4. André Nogueira disse:

    apertei enter sem querer no meio do texto…

    É a falta de pinga e cigarro que causa esses deslizes. Vai tomar uma que passa.

  5. Thiago Ferreira disse:

    Cara. Nao fumo ha 5 anos. Fumava 4 maços dia desde os 17 anos. Dizia, “so vou largar no dia em que um medico mandar”.
    Sabem como larguei? O medico disse:” Voce vai morrer”.
    Eh mole?
    Dai entendi, que o desejo de abandonar o vicio, eh mais fraco que o medo de morrer. Eu sempre achei que eu era imortal.
    Sem delongas. Ex fumante costuma ser chato.

    Porra! 4 maços por dia, dá 80 cigarros; cada cigarro demora uns 5 minutos; são 400 minutos por dia de fumaça, ou +- 7 horas de fumaça ininterrupta; TU QUERIA QUE O DOTÔ FALASSE O QUÊ, Thiago? rsrsrs!

  6. Acácio disse:

    Como sempre gostei muito de sua crítica.

    Abraços
    http://www.anetux.com.br

    Grato, Acácio.

  7. Thiago Ferreira disse:

    Pois eh. 4 maços de Free One, porque era mais fraco.
    Ja acordava tomando cafe e fumando.
    Nao preciso nem dizer que me considero um sortudo, pois acho que ate agora escapei de um bicho feio e ganhei um bonus de tempo.
    Mas, ainda sonho que estou fumando, e ai desconto. Fumo uns 3 maços. eheheheheh.

    Não é fácil parar, mesmo.

  8. Lelo Brito disse:

    Putz, cara… é foda.
    Ainda não sei exatamente o que pensar direito dessa lei. Até agora não vi ninguém não-ativista de nenhum dos dois lados falando.
    Você e o Sáico tão de generais na cruzada contra a lei. O Serra e o Dráuzio do outro lado…
    O foda é que “ambos os quatro” têm argumentos fortes, mas, repito, ativistas demais.
    Se eu tivesse que responder de bate e pronto o que eu acho… Bom, a lei é radical, mas com um fundo de razão (desculpa, véio!). Acho também que ela deveria ser revista e ampliar as exceções. Fumódromos nos locais? Apoiado, desde que não fossem como no Don Peppe lá de Moema, que separava os fumantes dos não fumantes com uma prateleira de vinhos vazada.
    Olha, Vinícius, acho que a lei pega.
    Talvez até melhore a relação entre os fumantes e os não fumantes.
    Infelizmente, de maneira traumática.

    Lelo, ontem fui num boteco aqui de Pinheiros, que tem uma VARANDA aberta (sem teto), e só porque tinha uma janela lateral de, mais ou menos 1,50 x 0,50, era proibido fumar lá. O dono do bar (fumante, coitado…) começou a pôr mesa NA CALÇADA, encostado no meio-fio. A tal varanda tinha 1 casal, dentro do salão tinha umas 10 mesas ocupadas e a calçada estava lotada, mas com todos se sentindo como uns párias. Nos bares com mesa externa da V. Madalena (calçada) não se pode fumar, porque têm toldo por cima. Aí o cara senta nessas mesas e, quando quer fumar, levanta da cadeira e anda meio metro em direção ao meio-fio. Aí pode fumar! É uma situação ridícula e despropositada.
    Mais exclusão numa cidade que exclui gente como nenhuma outra no mundo.
    PS.: O Psycho é “general”, mas eu sou só um soldadinho…

  9. Marcelo Lopes disse:

    Sou funcionário de um (…)

    Marcelo, publiquei para acusar recebimento. Está adicionado.

  10. Lelo Brito disse:

    Bom, “declaro para os devidos fins que parei de fumar”.
    Ah, cara! Eu já deveria ter parado há mais tempo, pela minha filha. Agora que não dá pra acender o bastonete de fumaça em qualquer lugar…
    Mas, continuem contando com a simpatia deste doravante ex-fumante (argh!!).
    Abs!

    Parou hoje? Nem vou fazer piada, que tu deve tá num mal humor…rss P A R A B É N S !!! Eu estou pensando em comprar um e-cigarrette…rsrs

  11. Paulo Lopes disse:

    Apesar de ser ex-fumante, achei que o Serra bateu pesado demais..

    Daria p/ manter algumas áreas externas para os fumantes sim..

    Agora.. o que ficou mal mesmo foi a liberação do fumacê na penitenciária..

    LÁ PODE FUMAR… sacanagi..

    EAÊ TRUTA.. QUÉ PITÁ UNZINHO AKI CUMIGU ?? TO NA CELA 23.. XEGA MAIS MANO..

    Olha, Paulo: só sei de uma coisa: começa proibindo o fumo, depois a porteira tá aberta pra proibir outras coisas, com a velha história de “estou protegendo a sua saúde”. Mas ele conseguiu o seu verdadeiro intento: aparecer MUITO em jornais, revistas, TV e internet. Ah, e 25 milhões de SMS foram disparados para celulares.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: