Conheça o verdadeiro “Jason” do Brasileirão

Quando você pensa que tinham esquecido dele, voltam com a mesma ladainha

Quando você pensa que tinham esquecido dele, voltam com a mesma ladainha

“Bem, Amigos da Rede Globo, estamos aqui, ao vivo, e em TOOODAS as suas emoções…”.

O “Jason” do futebol não é o SPFC, e sim um outro morto que renasce: o famigerado mata-mata, também chamado de “playoffs” (pra ficar com aquele “american way of life” tão amado por aqui).

A Globo quer a volta do mata-mata. A Globo é “dona” do futebol brasileiro. A Globo percebeu que “há dinheiro em cima da mesa”, e quer pegá-lo. A Globo não gosta de futebol, apenas o usa para preencher a grade de programação com um produto barato e de grande audiência. E a Globo está muito preocupada com a audiência futebolística na praça do RJ, onde os clubes sucumbem nos “pontos corridos”, graças aos desmandos, roubalheira e incompetência de seus gestores.

Emoção, emoção… Este é o mote dos defensores do sistema eliminatório. Para a Globo, futebol e novela é tudo a mesma coisa: enrola, enrola, e na última semana decide tudo. O beijo do galã e o gol “do título” são apenas a coroação de uma fórmula consagrada, e que sempre deu certo. Deu?

Para a emissora carioca, sim. Para o futebol brasileiro, evidentemente que não. Agora, com o advento dos pontos corridos, sim, os clubes melhor estruturados estão aparecendo: SEP, SPFC, SCI, GFBPA, SCCP, CEC e outros estão negociando melhores contratos de patrocínio, pois o anunciante sabe que a marca será exposta ao longo do ano todo. Os chamados “pequenos” também estão se erguendo – vide o exemplo do Goiás e suas boas campanhas desde o advento dos pontos corridos -,  podendo montar times sem medo de ter de mandar todo mundo embora no meio da temporada.

Os eternos e os neo-defensores do sistema eliminatório se esquecem, como convém, de que já existe um mata-mata organizado pela CBF, chamado Copa do Brasil. Se ela é ruim, não é por culpa do formato, né? E cometem desatinos ao compararem Champions League com Brasileirão. Não “conseguem” mais diferenciar “Copa” de “Campeonato”. Tudo bem, eu acredito em duendes.

Agora, vejamos, com base na atual situação do futebol brasileiro, o que pode ocorrer com o SEU time num “playoff”:

1 – Se o seu time for ROUBADO por um juizinho sem-vergonha numa eliminatória, babau. Fim de linha. Vai chorar na cama, que é lugar quente. Nos pontos corridos, se hoje você é prejudicado, amanhã pode ser beneficiado e recuperar os pontos.

2 – Seu time pode jogar um puta de um bolão o ano todo e ser eliminado por um time caneleiro, por causa do gramado esburacado do campo dele, ou por um temporal que desabou bem na hora do jogo e transformou o gramado numa piscina. E não me venham com aquela bobagem de “o campo é ruim pros dois”: gramado ruim só beneficia quem dá chutão pra cima e passa o jogo se defendendo.

3 – O melhor jogador do teu time se machuca às vésperas do tal “playoff”. Ele, que fez uma temporada impecável, fica fora do campeonato em caso de uma derrota, mesmo que seja por conta de uma contusão curável em 10 dias.

A Globo quer o playoff. E, no Brasil, a Globo sempre sabe o que é melhor para nós, não é mesmo?

Anúncios

28 Responses to Conheça o verdadeiro “Jason” do Brasileirão

  1. Estádio vazio durante a competição gera audiência. Perde-se o interesse de ir ao estádio pois os jogos não valem nada. Só lota nas finais. Plim Plim.

    Não sei se é por aí, afinal os estádios não comportam nem 10% da audiência televisiva.

  2. saulo disse:

    Eu sou a favor do mata-mata por que é mais emocionante e tem uma renda maior. O pontos corridos é muito bom também, mas prefiro o mata-mata por dar mais chances para aqueles times que não tem tanta estrutura.

    Como o teu Fogão, né? Sei… Você acha certo que um trabalho malfeito seja o escolhido, deixando um trabalho bem-feito de fora? Então, tá. Quando você perder uma vaga de emprego para um zé-ruela qualquer, a gente volta a conversar.

  3. André Nogueira disse:

    O Brasileirão foi reduzido a torneio classificatório para para a libertadores. Parece haver uma acomodação para os times com mais chances de ficar entre os 4 (ou 5) primeiros.
    Isso é chato e ponto negativo.

    Por outro lado, compare o nosso campeonato continental ao Europeu. Quanta diferença! Lado a lado, o nosso parece Desafio ao Galo. E mesmo assim todos choram por uma vaguinha.

    Muito se ataca a CBF (sem efeito, claro) e nada, ou quase nada, se fala da CONMEBOL.
    A subserviência dos clubes Sulamericanos deriva da dependência financeira do dinheiro da TV em conluio com as Fererações e CONMEBOL. Os maus tratos à torcida adversária, objetos arremessados ao campo, bombas, arbitragens absurdas, dentre tantos outros eventos, nunca são punidos na Libertadores. É putaria pura!

    Pontos corridos exigem organização, planejamento. Fatores que mantidos levarão os clubes à maior independência financeira, organização (união) e poder de barganha e veto.

    Isso não interessa ao trio CBF, Globo, CONMEBOL. Posso tornar um quarteto se acrescentar o clubes que não querem se organizar e fazem a política do pior melhor para se “locupletarem” (homenagem ao Putinho).

    Por duvidar das justificativas para a volta do mata-mata, opto pelos pontos corridos, apesar de preferir a 2ª opção.
    Abraço!

    Velho, as 2 opções (matamata e PC) já existem no calendário. Pra ser rapidinho: copa sulamericana (nossa copa UEFA) disputada junto c/ Libertadores (nossa champions), dando vaga para a libertadores do ano seguinte, disputada no 2º sem. No 1º semestre, estaduais e copa do Brasil, nos moldes atuais e a inclusão de todos os grandes. Como na Europa. Eles não têm o futebol + organizado e lucrativo do mundo à toa.
    Ficaria assim na série A: 16 times lutando por uma vaga nos torneios internacionais e 4 lutando pra não cair. Dá emoção, ou não?

  4. André Nogueira disse:

    Eiiii! Prefiro a 1ª opção!!!!

    Matamata, né? Aliás, escrevendo assim, parece “mamata”… haha

  5. André Nogueira disse:

    Sim! Mata-mata, afinal o SPFC é “mais” freguês nesse tipo de campeonato, bastando para nós torcer para enfrentá-los nos “playoffs” para garantir pelo menos o vice.
    Desculpe a provocação matreira.
    Por lógica e razão, e contra a locupletação e a subserviência, abro mão da minha predileção em favor dos Pontos Corridos.

    hahahaha! “Locupletação”… Esse Putinho tá saindo melhor que a encomenda. Viu a “Coluna do Margarida”?

  6. Max disse:

    Eu sou totalmente a favor dos Pontos Corridos.
    Ja temos nosso mata mata que eh a Copa do Brasil.

    Pontos Corridos premiam o time mais regular, mais organizado e aquele de melhor(leia completo) elenco.

    Fuck the globos guys

    É, Max, mas tá difícil deles “entenderem” isso. E os clubes não ajudam.

  7. Angelo disse:

    Mata-mata na veia. HAHAHAHAHAHAHA!
    E essa história de escrever “SEP, SPFC, SCI, GFBPA, SCCP, CEC” incomoda pra caralho. Só podia ser coisa de são paulino mesmo.

    abs

    legenda for dummies (se fosse mais velho, saberia que os placares dos estádios, muitas vezes, indicavam assim os times).
    SEP – Sociedade Esportiva Palmeiras
    SPFC – não precisa legenda
    GFBPA – Grêmio de Foot-Ball Porto Alegrense
    SCI – Sport Club Internacional
    SCCP – Sport Club Corinthians Paulista
    CEC – Cruzeiro Esporte Clube
    Se eu não abreviar, os leitores “Cosme Rímoli Style” não lêem, porque fica muito grande o parágrafo.

  8. ademir disse:

    Imaginei que vc iria escrever sobre isso!

    A globo ofereceu grana, que é a língua que a maioria dos dirigentes entende, infelizmente o lobby é forte, Vinicius.
    E os imbecis não percebem que o campeonato em pontos corridos esta FORTALECENDO os clubes! A globo está muito incomodada com isso, em perder o poder que possui perante os clubes.

    Não esqueço o cavalgadura-mor narrando a final do brasileiro de 2002(o último no mata-mata): “se pontos corridos fosse bom, Copa do Mundo também seria”.
    O que a anta não explicou, de forma desonesta para o público, é que com 32 seleções seriam 61 rodadas! Mais de um ano de copa! Sem falar que a fase de grupos na copa é disputada em…PONTOS CORRIDOS!

    A globo mostrando seu carater, sim é futebol, mas revela muito do que essa emissora é capaz de fazer para preservar seus interesses. Não gosto do termo PIG, mas nessas horas ele parece ser adequado.

    Estou bem desanimado, acho q a globo vai conseguir o que quer, infelizmente.

    Você tocou num ponto muito importante, Ademir: o sistema de PC está reduzindo a dependência dos clubes pela grana da TV. E a “cavalgadura-mor” também “não sabe” a diferença entre COPA e CAMPEONATO, por isso faz essas comparações esdrúxulas. E algo me diz que o campeonato de 2011 vai ser mata-mata.

  9. ademir disse:

    opa! 62 rodadas!

  10. Se o mata-mata voltar ao Brasileirão, Como diria Trajano, parei!

    Bom, Carlão, se eu já tô parando nos PC, imagina com matamata! Ah, tá bom: domingo eu vou ao Morumbi.

  11. Tem um colunista aqui em Porto Alegre (Hiltor Mombach, do Correio do Povo) que vive reclamando dos pontos corridos, diz que enquanto o sistema for esse os gaúchos não serão mais campeões…
    Pura bobagem. Há quem lembre que em 1996 o Grêmio acabou em 6º na primeira fase para depois ser campeão, mas esquecem que faltando três rodadas para o fim da primeira fase, o Tricolor brigava pela liderança (e tinha time para ser campeão nos pontos corridos). Mas como não era preciso ser 1º, os reservas entraram em ação e o Grêmio perdeu os últimos três jogos da fase inicial – inclusive assisti dois deles no Olímpico, dava pra ver que o ritmo era de “treino pro mata-mata”.
    Também esquecem que, excetuando-se os três primeiros anos dos pontos corridos (quando o Grêmio estava mal – 2003 e 2004 – e na Série B, em 2005), o desempenho da dupla Gre-Nal melhorou muito, assim como a média de público. A ponto dos dois acabarem no G-4, o que aconteceu em 2006 – não fez lá muita diferença pro Inter, que tinha ganho a Libertadores, mas foi ótimo pro Grêmio, que pegou vaga direta mesmo ficando em 3º, graças ao vice do Inter.
    Se o Grêmio não foi campeão ano passado, foi incompetência dele – e méritos do São Paulo, é claro, pois um time que perde só 5 partidas no campeonato inteiro (e passa 18 jogos invicto) merece ser campeão. E se o Inter não foi campeão em 2005, a culpa não é da fórmula – todos lembram o que aconteceu.

    Tem isso também, Rodrigo: se um time se classifica para os matamata com 5 rodadas de antecedência, se estiver jogando, por exemplo, a Copa Sulamiranda, desanda a pôr time reserva no Brasileirão.

  12. Thiago Ferreira disse:

    Vinicius. O Putinho eh sensacional, junto com o seu, ja eh visita diaria obrigatoria.
    Sobre pontos corridos, tenho uma opiniao diferente da sua. Acho que nesse sistema, eh mais facil de ocorrer injustiça. Nao tem essa de que erro aqui, compensa erro la. Dado o equilibrio atual, bastam dois errinhos de 6 pontos, para se determinar um campeao, ou derrubar outro.
    No mata-mata, o campeao, necessariamente tem que se apresentar melhor do que os outros 7 melhores.
    No corrido, o mais regular, pode ser campeao, vencendo os piores, e simplesmente empatando ou ate perdendo dos melhores.
    No final de um campeonato de pontos corridos, ninguem mais se lembra dos erros que favoreceram ou prejudicaram um time, tirando ou dando pontos ao longo do mesmo.
    No octogonal, 2 jogos ida e volta, eh muito mais dificil do pior levar vantagem.
    O melhor vencera em 90% das vezes, com certeza.
    Acho que nessa fico com a Globo.

    Poderia te dar vários exemplos de matamatas onde os últimos colocados, com campanhas pífias e times ridículos, chegaram às finais. Mas estou meio indolente hoje. E o teu exemplo de “vencer os piores e perder dos melhores” vale para TODOS os times (os melhores e os piores). Afinal, são todos contra todos. Eu acho que brasileiro tem “síndrome do dá ou desce”: mania de querer resolver tudo num instante. As coisas duradouras são as conquistadas passo a passo.

  13. Thiago Ferreira disse:

    ahahahah.Sua indolencia, impede de frustrar a sua pesquisa. Raros times ridiculos ganharam mata-matas.
    Ate 2003, so pra ficar no Brasileirao, nao cabem em uma das maos.
    Venderam a ideia de que copiar Europeu eh bom.
    Nesse ponto concordo contigo, brasileiro compra tudo mesmo, ate essa de que ponto corrido eh justo.
    Eh so ver as figuras da midia que apoiam ponto corrido, que da pra sacar o interesse velado de emissoras em desbancar a concorrente.
    Porisso que gosto do seu blog, posso contrariar o dono sem tomar chute no saco. ahahahah

    Quem apóia PC: PVC (ESPN/FSP), Juca Kfouri(ESPN/CBN/GLOBO), Vitor Birner(CBN/GLOBO), Mauro Betting (Band), PCV (SPORTV/GLOBO), Lédio Carmona (SPORTV/GLOBO), André Rizek (Placar/SPORTV/GLOBO), Trajano (ESPN)…
    Quem apóia MM: Marcelo Campos Pinto (Globo Esportes), Galvão Bueno e todos os filhotes (Cléber Machado, Luiz Roberto) (GLOBO), Milton Neves (Band), Neto (Band)…
    Você escolhe o lado melhorzinho.
    Em 2002 (sem preferências clubísticas, por favor), o SPFC foi o 1º colocado, 13 pontos à frente do SFC, 8º. Campeão: SFC.
    Escalação do CAP, grande campeão de 2001: Flávio; Rogério Corrêa, Nem e Gustavo; Alessandro, Cocito, Adriano, Kléberson e Fabiano (Igor); Ilan (Souza) e Alex Mineiro. Técnico: Geninho. O vice? Timaço: ADSC: Sílvio Luiz; Mancini, Daniel, Dininho e Marcos Paulo; Simão, Serginho, Adãozinho e Magrão; Esquerdinha e Anaílson (Müller). Técnico: Jair Picerni.
    Juntando os dois, não dá UM TIME decente. Pelo menos, para os meus padrões. E os treinadores? Só “linha de frente”! E, convenhamos, que final emocionante, hein? Parou o Brasil!! CAP x ADSC – the final, allstar game! Abs.

  14. André Nogueira disse:

    Para enobrecer ainda mais sua lista de apoiadores, informo que o mestre Putinho apóia os pontos corridos.

    Ah, agora a Globo não aguenta! Teremos PC em 2011! Viva, Putinho!!!

  15. Thiago Ferreira disse:

    Nao falei que nao enchia uma mao? kkkkk
    Porra ate o Putinho ta contra mim? Sozinho no mundo defendendo mata-mata? kkkkkk

  16. Douglas disse:

    “Globo está muito preocupada com a audiência futebolística na praça do RJ”. Na boa, essa parte do texto parece preconceito bobo disfarçado de meia-verdade.

    – A maior fatia do faturamento comercial da Rede Globo é concentrado em São Paulo.

    – A cúpula da emissora com sede no Rio de Janeiro (me recuso a chamá-la de “emissora carioca”) está preocupada com a queda de audiência do futebol na tv EM TODAS AS PRAÇAS. Em São Paulo, a média tem decepcionado e muito se comparado à audiência obtida pela Copa do Brasil 2009, inclusive na transmissão de clássicos ao vivo.

    – A Globo vê o Brasil pelos olhos de São Paulo com um sotaque carioca.

    Sobre “PC: PVC (ESPN/FSP), Juca Kfouri(ESPN/CBN/GLOBO), Vitor Birner(CBN/GLOBO), Mauro Betting (Band), PCV (SPORTV/GLOBO), Lédio Carmona (SPORTV/GLOBO), André Rizek (Placar/SPORTV/GLOBO), Trajano (ESPN)” – Parte dessa turma achou que a Lei Pelé era a solução para o futebol brasileiro. Ou ninguém se lembra?

    – Por questão de assepsia mental, vou contra a qualquer coisa defendida por Juca Kfouri. Questão de higiene.

    – Mas ainda não decidi entre MM e PC. A Copa do Brasil pode ser melhor trabalhada – isso é evidente.

    Saudações

    Na boa, usei o RJ como exemplo de uma “praça” onde não há o menor interesse em fazer do futebol alguma coisa séria. Dizer que o segundo estado mais importante do BR não é tão importante para a Globo é bastante engraçado, independente da “naturalidade” da emissora. Que é carioca, sim. Tem uma bela sede em SP, o jornalismo é centralizado em SP, mas nasceu no RJ e tem raízes fortes por lá, pois é comandada por cariocas, que escutam o dia todo os cariocas.
    Sobre a “Lei Pelé”, veja o que foi PROPOSTO e o que foi EXECUTADO. E, sinceramente, me irrita quem acha que é a Lei Pelé a responsável pela mercantilização do futebol brasileiro. Apenas o jogador “mudou de dono”. Não só aqui, mas no mundo todo.
    A média de audiência caiu porque caiu O FUTEBOL, e o calendário é um desses motivos. Ficar fazendo essa putaria de muda aqui, muda ali, não consolida nada.
    Tenho tido várias restrições ao JK (no blog você acha), mas se a gente for fechar questão nesses termos, fica difícil. Até boçais podem, eventualmente, defenderem boas causas. Saudações

    • Douglas disse:

      Acho incrível o apego a axiomas sobre “seriedade”, mas vou me reter nas divagações que aqui serão intermináveis. Também não vou gastar caracteres para convencê-lo que a Globo quase sempre está na contramão do pensamento carioca.

      “A média de audiência caiu porque caiu O FUTEBOL” – O duro é fazer a dona do futebol brasileiro acreditar nisso dada a diferença monstruosa de audiência entre Copa do Brasil (MM) e Campeonato Brasileiro (PC) em 2009.

      A Lei Pelé pode não ter sido responsável pela mercantilização do futebol no Brasil, mas ajudou bastante. “Fragilizou clubes já fragilizados por uma economia mais fragilizada ainda.

      E que me desculpem os coprófagos amantes do liberalismo e ética kfourianas (felizmente não é o seu caso), mas o tal clube-empresa não pode ser a única alternativa ao futebol. Dívidas consolidadas de Chelsea, Liverpool, Barcelona e Real Madrid só atestam que há muito “amadorismo de colarinho branco” por aí.

      Tá, Douglas. EU vou gastar caracteres aqui, porque você é um debatedor leal.
      1 – A audiência da Copa do Brasil não é maior do que a do Brasileiro porque EXCLUI “só” os quatro primeiros colocados no Brasileiro. Em NENHUM lugar sério do mundo a copa do país faz isso. Querer interesse em jogo Duque de Caxias x Atlético Paranaense, realmente, é difícil. Viu como o problema não está na FÓRMULA, e sim na ORGANIZAÇÃO?
      2- Qual a diferença entre “PASSE” e “Multa Contratual”, do ponto de vista econômico? Simples: no passe, você pode “encostar” um jogador, fazer dele o que quiser; na “multa”, você tem de resolver o que vai fazer com ele, senão o contrato acaba e você fica com o pau na mão. Isto privilegia os CLUBES MAIS ORGANIZADOS, que não fazem contratos “na louca”, dando 5 anos para um perna-de-pau, ou 6 meses para um craque. Isso nada tem a ver com “economia”: tem a ver com GESTÃO, palavra que certos dirigentes ODEIAM ouvir, pois ROUBAM na cara dura. E eles AMAM um mata-mata. Pergunte ao Eurico Miranda.
      3- Se a alternativa “coprofágica” não serve para o futebol, qual é a que você propõe? Os clubes citados por ti são antros conhecidos de lavagem de dinheiro (evidentemente, não é exclusivo deles, aqui também tem muito). Proponha uma “lei Douglas” para regular as transferências, e um calendário decente. Mas não se esqueça que o mundo é globalizado, e quem gosta de futebol (não é SOCCER) adota PC nos campeonatos, e faz COPAS para integrar suas divisões.
      4- Aqui é um local que acha que o verdadeiro futebol é praticado, NO LIMITE, na Rua Javari (sem patrocínio do Abílio Diniz). Eu prego o ódio ao futebol moderno e suas malemolências. Estamos discutindo o futebol que passa na Globo, não o que eu gostaria de ver. Abraço e um toque: não deixe o ódio a uma pessoa te cegar, atrás dela pode ter uma bela paisagem (momento Lair Ribeiro, hehe).

  17. Marcelo Bloc disse:

    Futebol no mundo todo é disputado com PC. Motivo para isso, tem, claro! Sou rubro-negro, apaixonado pelo clube e tenho a certeza que, nos PC tão cedo o Fla não será Hexa. Em um mata-mata, quem sabe, poderia ser, assim como fora campeão em 92 (pela última vez), após classificar-se em 8º. No entanto, não será isso que me fará defender um passo para trás gigantesco no futebol brasileiro. Futebol esse que precisa evoluir, adaptar-se ao calendário mundial. Poderiam muito bem estender a Copa do Brasil por mais tempo, somente nos meio de semana, assim havendo um grande mata-mata e um campeonato de PC. Como disse o Carlão, se voltar o PC, “PAREI!”.

    Não é porque concorda comigo, Marcelo, mas sim porque é rubro-negro e é “parte interessada”. Gostei.

  18. Thiago Ferreira disse:

    Na verdade Vinicius, quem tem escolher o que eh melhor em termos financeiros, eh o clube.
    Eu como torcedor, leitor e vc como articulista e dono de um otimo blog,(puxei) podemos ate discutir, o que eh mais justo ou “charmoso”, porem amigao, se pontos corridos, com play off, (ha um equivoco na analise.A Globo propoe um mix) render mais grana para a instituiçao, vai pro saco esse debate.
    Coloque-se na posiçao de quem tem poder de escolha.
    Se um dirigente escolher o pior sistema, em termos financeiros para seu clube, esta morto, ou eh burro.
    Primeiro paga-se as contas, depois vamos a retorica.

    Thiago, quem “faz dinheiro” e “tem poder de escolha” no futebol são os CLUBES. TV é VEÍCULO! A TV só tem poder de escolha em NOVELA e minissérie. A Globo não pode MANDAR no campeonato de futebol, os artistas são de OUTRA COMPANHIA, entende? Se ela acha o produto ruim, que deixe pra outra. Todas querem.
    Os clubes estão MELHORANDO com os PCs (os que caíram na real, claro!), acredite! Veja os contratos publicitários das camisas,por ex.! TODOS os clubes sérios fecham contratos melhores a cada temporada! A Globo chia, mas tem de pagar mais e mais a cada ano pelas transmissões, porém suas cotas de patrocínio estão sempre VENDIDAS. Ela NÃO PERDE $ com futebol.
    O lance aí é o ZOIÃO da Globo, que quer os clubes todos na SUA MÃO (como o José Mayer), dependendo totalmente dela, porque se os clubes aceitarem mata-mata, receberão menos dos patrocinadores – pois suas marcas apareceriam menos nos times desclassificados. Mata-mata é RETROCESSO FINANCEIRO E TÉCNICO para os clubes, irmão. O imediatismo é que “mata-mata” o Brasil.

  19. Thiago Ferreira disse:

    Entendi Vinicius, vou replicar no novo.

  20. Mário disse:

    Sem comentários isso! A Rede Globo tem que ir cuidar da novela e deixar o futebol a cargos dos clubes e dos jogadores!

    Pior é ver os torcedores dos times cariocas e de alguns “ex-grandes” apoiando isto!

    Retrocesso total!

    Dureza, Mário. E agora a Traffic tá mais pertinho da Globo, graças à compra do “Diário de SP” pelo J. Hawilla. Tudo indica que vai rolar um mata-mata em 2011.

  21. Savannah disse:

    Awesome blog!

    I thought about starting my own blog too but I’m just too lazy so, I guess I’ll just have to keep checking yours out
    LOL,

    Vai tomá no cu, motherfucker.

  22. Angelo disse:

    Aí, velho, falando sério, eu sou a favor do PC tmb. Assino embaixo do Marcelo Bloc ali, que também é rubro-negro. Torcer pra voltar pro mata-mata pq “só assim” um time amador, mal estruturado e sem vergonha em todos os sentidos tem chance de ser campeão é atestado de estupidez.

    Os times tem que melhorar independente da fórmula ser PC, mata-mata, o diabo. Vamos ver.

    É isso aí, irmão. Se bem que você “mudou de opinião” depois dos últimos jogos do mengão, e da possibilidade do título ter aumentado pra vocês, né? rs. Brincadeira. E o Pet, hein?

    • Angelo disse:

      Hahaha, nada. No post anterior eu tava sacaneando mesmo.
      Apesar da empolgação irracional e achar que é mesmo possível, tem que ganhar 90% dos próximos pontos, incluindo adversários diretos como Grêmio, Goiás e Atlético fora. Dos 8 jogos, se ganha 6, perde 1 e empata outro, pode ser campeão: os outros resultados provavelmente colaboram.

      Já ganhou 8 em 9 na reta final pra n ser rebaixado e conseguiu, impossível nao é.

      O Pet é a prova de que a “cronica esportiva” nao sabe porra nenhuma. Fico impressionado como nego ganha a vida comentando em cima DO MOMENTO e só. Acho que é uma espécie de inveja, vá.

      Uma coisa que nao fiz é salvar os comments de, por exemplo, quando o Pet entrou no Fla e comparar com os de agora. E assim existem inúmeros exemplos…

      Na boa, mesmo que o Fla n leve, o lance é secar o SPFC. Se nao camp brasileiro fica muito desmoralizado e vira um italiano/ingles/espanhol da vida, HAHAHAHAHHA.

      Pra te ser bem sincero, nego, se o SPFC for campeão de novo, vai ser uma merda só e esse mata-mata vai voltar. Por incrível que pareça, estou torcendo contra meu time esse ano. Mesmo porque, com a bolinha que tá jogando, tem mais é que se foder.

  23. Alê disse:



    . ________.
    |VINÍCIUS, |
    |FILMA EU!!|
    |_________|

    Alê

    Chega a câmera, vira a plaquinha e tá escrito: “seufeladaputa!”

  24. humbertoacapellari disse:

    De tudo isso aí que tá escrito [ longas digressões, considerações densas e profundas ] e que consegui realmente entender, acho o PC melhor muito mais pela razão ( 1 ) apontada pelo VD [ Vinícius Duarte; eu também sei fazer siglas… ]: não tem essa de time sempre ser favorecido num jogo, justamente aquele mais importante.
    Ou, também, que um mero tropeço casual torne-se a ruína da totalidade de um trabalho. Mas o MM’s tem seus FIÉIS defensores, os sempre e historicamente mais favorecidos nesse tipo de disputa…

    Capellari, sabe o que eu não entendo disso tudo? Como um espectador pode preferir um espetáculo onde 70% dele não precisa ser visto?

  25. Os FIÉIS defensores do MM’s não vêem nem 1% do campeonato, já que só eles existem no mundo…

    Sempre eles, os FIÉIS… Verdade.

  26. gabriel disse:

    acho isso orrivel

    “Isso” o quê, fio? O Jason? Também acho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: