O dia em que nasceu o esperto, nasceu o trouxa metido a esperto

Estourou o chamado “Escândalo de Cotia”, e seria bem pequeno se envolvesse a cidade. Mas, como o centro da confusão é o SPFC (que lá mantém um centro de treinamento para as chamadas categorias de base), virou nacional.

Eu nunca endossei essas fanfarronices do Marco Aurélio Cunha (ou do Júlio Casares, outro boquirroto), de falar que o SPFC é “time de primeiro mundo”. Acredito, sim, que dos grandes brasileiros, é um dos menos desorganizados. O que, por si só, não confere a ele o status de se alinhar aos Real Madrid da vida. E, convenhamos, também, bela merda não é lá grande coisa, considerando-se que, quando se fala de “grande”, está se incluindo times como o Botafogo-RJ, Bahia e Atlético-MG.

Sobre o “escândalo” em si, pouco a acrescentar além do que já malharam, mas uma coisa deve ficar registrada: a velha soberba dos dirigentes tricolores ficou, outra vez, patente. Os caras pensaram que, como notórios juristas, conseguiriam dar um “pelé” na Lei Pelé e nos empresários que sempre alimentaram (não só eles, mas todos os clubes). “Contrato de eficácia futura” (a.k.a. “de gaveta”) e emancipações forçadas? Cês tão de brincadeira, né? De brincadeira, enriquecendo as Gislaines da vida e entupindo (mais ainda) o prédio do Lalau de papel.

Os eméritos juristas sãopaulinos não viram que lidam com cobras tão venenosas quanto eles, e acabaram mordidos. Toda vez que alguém se acha mais esperto que um esperto, deveria desconfiar. Não do outro, mas de si mesmo.

Se fosse tão fácil assim escapar das exigências da lei Pelé e dos empresários de jogadores, só mesmo um dirigente trouxa e metido a esperto pra achar que ele seria o primeiro (e único) a descobrir o truque.

Os “agentes FIFA” atuam no mundo todo, lidam com valores absurdos e clubes muito poderosos, que já desistiram de combatê-los. Os times da Europa transformaram os inimigos em aliados. A única saída, por aqui, é fazer o mesmo. E com todos, não somente com aqueles que dividem garrafa de uísque com a gente no Jockey Club.

Parabéns a todos os envolvidos.

Anúncios

10 Responses to O dia em que nasceu o esperto, nasceu o trouxa metido a esperto

  1. Preciso ler mais jornal. Não tenho a mínima idéia de qual seja o episódio a que te referiste nesta postagem. Ou talvez eu esteja finalmente começando a desestressar… 🙂

    São jogadores juvenis do SPFC ingressando com ações na Justiça do Trabalho para se desvincularem do clube.

  2. Thiago Ferreira disse:

    Nao me conformo Vinicius, com essa lei que deixou algumas pessoas milionárias da noite para o dia, como “agentes”, “empresários”, e “advogados” (essa Gyslaine sinto “ânsia de gómito” so de lembrar que existe).
    Tem cara com 20, 30, jogadores na “carteira”, é mole?
    Caras sem qualquer formação academica, mas “lisos”, enriqueceram em uma semana.
    Gente montando empresas (que não geram um único emprego), com final “Sports” na razão social, proliferam, e com muito mais direitos que os clubes, que com essa literalmente tomaram na tarraqueta.
    E a Fifa fala que “pessoa fisica” ou “empresas” não podem negociar joagdores, ou não reconhece.
    E dai? Pais do futebol, que também tá virando merda.

    Não seja ingênuo a ponto de achar que esses caras aí nasceram “do nada”, Thiago. Os dirigentes dos clubes (todos) são as mães deles.

    • Thiago Ferreira disse:

      Claro que sim. Todos, os FDPs, e suas respectivas maes, se locupletaram.

      Sim, Thiago. Todos vassalos do poder corrompido. Pobre futebol…

  3. Valmir disse:

    É nisso que dá juntar 3 modalidades de esperteza:
    – dirigentes;
    – jogadores sem camisa;
    – empresários;
    Essa gente aí se merece, mesmo … esse eterno Spy x Spy. Palavra, honra e caráter passam bem longe disso tudo. Quem roda é o clube. Quem dança é o futebol. Qui beleeeeza será o futebol, daqui uns tempinhos …

    Sem dúvida, irmão. Sem dúvida. Eles todos se merecem.

  4. Dirt-Pop disse:

    A administração Marcelo Portugal Gouvêa era uma coisa. Juvenal Juvêncio é outra. Hoje o SPFC é tão podre ou pior que os outros.

    Bem lembrado, Dirt-Pop: MPG foi um grande presidente. JJ é a versão “estudada” do Andrés Sanches. E, no tempo do MPG, os fanfarrões não tinham tanto espaço.

  5. Meu Deus quanta fanfarronice !!!
    Caro, pra começar o São Paulo FC teve em seus quadros de funcionários em Cotia, duas víboras que chantageavam os garotos: ou assinam com o empresário tal ou então a sua carreira pode não vingar.

    O São Paulo FC, é SIM, maior que o Real Madrid, em títulos em glórias e principalmente ao não depender do estado para sobreviver.

    PS. Só apareci por aqui porque enfiaram na minha goela o link desse post, caso contrário, óbvio; não teria vindo.

    ***(*) ******(*)

    Então tá, Lina. “SPFC é maior que o RM”, e a fanfarronice é minha? Então fala pro MAC e o Casares montarem uma “Operação Kaká”, estamos precisando dele no time. O “Geraldo Lina do Real Madrid” pensa igualzinho você, só que com sinal trocado. E, de mais a mais, quem se “informa” pelo blog do Paulinho, batendo boca igual criança (“seu bobo, seu chato”) com aqueles comentaristas retardados que frequentam o muquifo do “jornalista com credibilidade” não precisa mesmo voltar. Passar bem.

  6. Sandro disse:

    Os empresarios interessam aos dirigentes. Fica mais fácil receber as comissões. Se o dinheiro fosse para os cofres do clube, geraria uma transação mais complicada para limpar a bufunfa

    Matou a charada, Sandro. Ou boa parte dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: