Record Abaixo de Zero

A turma do bobsled-arte chegou!

Ia falar da bosta de jogo do clássico (onde, por sinal, sr. Rogério Ceni me deu razão, né?), quando me deparei com a página do R7 dedicada à olimpíada de inverno em Vancouver – seção “atletas”.

Todo mundo sabe que a Record comprou os direitos da olimpíada-2012 (só pra sacanear a Globo, pois não investe em esporte) e teve de levar a de inverno no pacote. Todo mundo sabe também que a participação da delegação brasileira (cinco atletas e oitenta bicões) nos jogos de inverno é a versão esportiva da participação brasileira na 2ª Guerra Mundial. Mas os jogos são um barato e, da mesma maneira que nego assiste corrida de carro pra ver porrada, assistir esqui, patinação de velocidade, luge, skeleton e bobsled é garantia de tombos, rasteiras e capotagens espetaculares. É quase uma videocassetada na neve.

Aí, tava eu (o desocupado), navegando pelo R7 para ver os resultados do Curling (ééé, amigo… não tem mais bobo no curling!), e fiquei estarrecido: se você quiser alguma informação sobre Olimpíada de Inverno, fuja do portal oficial dos jogos (R7). Se quiser rir muito, lá é o lugar. Veja só o “chou” de informação:

delegação brasileira de bobsled: não tem, você sabe. Afinal, nos últimos jogos, os brasileiros (numa versão frustrada de Jamaica Abaixo de Zero), fizeram as três descidas de cabeça pra baixo, inovando na técnica, mas o pessoal não seguiu a moda. Falta apoio ao esporte, Nuzmann! Faça uma pista de bobsled na praia de Copacabana! Lei Piva pros esportes gelados, já! (opa, desviei do assunto). Mas, no R7, temos um destaque brasileiro: Claudinei Quirino. Isto mesmo:  para o portal da IURD, o maior expoente do bobsled-arte não foi a Vancouver: é um atleta aposentado, que se destacou no atletismo de verão, e foi empurrador de trenó em apenas uma oportunidade. Se eu fosse um atleta de bobsled “de raiz” teria tido muita vergonha.

Patinação de velocidade em pista curta: o maior atleta do mundo na modalidade é o sr… ninguém. Página em branco.

Salto de esqui: sabe quem é a fera (tanto no pessoal, quanto no profissional)Matti Ensio Nykänen. Ele tem chances de medalha? Não, porque já fez 46 aninhos, aposentou-se (como o bravo Quirino), e tem como “esporte” atual encher a cara de cachaça e dar umas bifas na mulher. Essa página foi escrita pelo redator do Cidade Alerta, só pode ser.

Curling: a bambambã, a fodona, a maioral nos jogos de Vancouver é a canadense Sandra Schmirler. Só tem um probleminha: ela morreu em 2000, vítima de câncer. Que Deus a tenha em bom lugar, e que o R7 não a perturbe.

Combinado Nórdico (eu não sei que porra é essa): segundo a equipe do R7, quem deve arrebentar nesses jogos é a finlandesa Samppa Lajunnen (deve ser paulista naturalizada, hein?). Só segundo eles, porque ela parou de competir em 2004.

Skeleton: a promessa vem da casa, e é o canadense Duff Gibson. Promessa de que, se houver incêndio ou algum gato ficar preso numa árvore, ele estará a postos. Gibson largou as descidas malucas em 2006, e hoje é devotado bombeiro em Calgary.

Para que não pensem que é uma página de “história do esporte”, reparem que, abaixo de cada “ficha técnica”, tem um quadro “medalhas do atleta” (evidentemente zerado), além de “informações” sobre idade, peso e altura dos aposentados e falecidos (também zerados). Deve ter sido impossível conseguir a exumação e posterior pesagem dos ossos da Sandra.

Agora, se querem rir, mesmo, sintonizem o “faz-tudo-oráculo-do-esporte” Álvaro José narrando hóquei. Parece aquele narrador português de futebol (“bola vai, bola vem, bola aqui, bola acolá”). Anteontem, ele quase foi demitido da TV do bispo por soltar um “Nooossa Senh…”. Sorte que se tocou e parou no meio da frase, senão ia levar um chute na bunda do Pr. Honorílton Gonçalves.

Anúncios

19 Responses to Record Abaixo de Zero

  1. A vibração do locutor transmitindo hóquei foi um absurdo. Aliás mais gritada que a transmissão foi a reportagem pela manhã da briga de torcedores no clássico(?) paulistano.

    Não vi essa, Conde.

  2. Carlinhos-Botucatu-SP disse:

    Não dá para aguentar as narrações dos caras da Record um ufanismo sem sentido, gritaria bizarra.

    No Sportv os caras são mais contidos.

    Legal ontem foi os capôs de fusca das atletas nos 1.500 m

    abç
    Carlinhos

    Tô vendo pelo SPORTV também (tá bem melhor, mesmo). Essa do Alvaro José eu peguei quando o SPORTV cortou o bobsled e pôs hóquei. Aí mudei o canal, a Record fez o mesmo. Hóquei é muito chato, eu não enxergo o disquinho.
    ps.: Carlinhos, tem de limar aquele FDP do Cerqueira Borges, pô! 🙂

  3. Bomber disse:

    Bom, para a transmissão dos jogos de Inverno, poderiam colocar o Luciano do Valle, ele já não acerta o nome de nenhum jogador mesmo, podia falar qualquer coisa que ninguém ia saber… Fora que ele ia ficar mandando abraços pro prefeito de Vancouver, dizendo que é um grande administrador, que o Canadá é um grande país e etc…
    Quanto ao portal R7, o colunista de esportes deles é o Come Risolis, já dá pra ter uma idéia do nível.
    Ah e saudações Palestrinas!!!! rsssss

    hahaha “Um abraço pro prefeito de Vancouver”, “e aí, amigo canadense, já fez a sua fezinha na Curlingmania hoje?”. O Risolis é um analfabeto funcional. Ah, o “racista” agora é “professor estrategista”?

    • Bomber disse:

      hehehehe Assim é o futebol, se continuar ganhando é bom, se perder volta a ser apenas um Corintiano racista 😀

      Ah, mudando de assunto, o cama de varas tá te caguetando la no blog do 1nho. hehehehe
      Por isso que eu não falei pra ninguém ainda o meu outro pseudônimo lá… vou continuar postando minhas mensagens cifradas.

      Já falei com o Carlinhos no twitter, os comentários dele serão limados. O cara é um bosta. Agora que eu tava ficando afiado nas “poesias”…:D

  4. qualquergordotemblog disse:

    Eu só vejo a cobertura das Olimpíadas de Inverno para verse eu vejo de novo isso aqui:

    Eeeeeita, esse agasalho deve ser da Finta.

  5. Carlos disse:

    Saco mesmo é quando aparece o frances naturalizado, que nasceu em Sobral, CE…
    A emissora do bispo, cada vez que aparece o moleque, repete a mesma informação.
    Grandes merdas ter nascido no Brasil, o pá! O moleque foi criado e educado lá nas França, nem portugues fala, deviam parar de encher o saco com informação requentada e focar mais no desempenho dos atletas.
    Aliás, a emissora do bispo está se especializando em requentar noticia, repete a mesma reportagem várias vezes ao dia, por dias seguidos.
    Será falta de repórter pra procurar noticia nova?

    Ora, o R7 contrata (a peso de ouro) nobres jornalistas do porte de Fabíola “fofoqueira” Reipert, Cosme “oração sem verbo” Rímoli, Carlinhos “Mendigo” e Rosana “ui, roubaram meu celular, me ajudem, gentem” Hermann. Aí falta repórter, mesmo.

  6. Alê disse:


    Yeap.
    Sempre brinquei com algumas possibilidades de trabalho pra quem não sabe fazer nada (a moçadinha em busca do 1º emprego): Empurrador de bêbado na ladeira; ensacador de fumaça; desentortador de banana…
    São piadas velhíssimas, mas que fazem sucesso com a molecada nova. Uma das mais ridículas, Enxugador de gelo, vou deixar de usar, pois começou a fazer sentido.

    Perguntas: há um ranking composto pelos melhores varredores de gelo? Há técnicos de renome especializados em treinar varrição? Esses garis do gelo estarão na mais baixa escala do esporte humano? (eu acho que sim).

    O que a falta de tradição cultural/esportiva pode causar num pobre pai: meu caçula (15 anos) viciou em acompanhar patinação no gelo. Já tem seus favoritos, acompanha os bastidores, sabe das fofocas., etc. Esperançoso, perguntei se ele se referia à patinação de velocidade ou às patinadoras artísticas.
    “- Também pai, também…

    Aiaiaiaiai…

    Alê

    Ihhhh, vê direito essa fita da patinação, velho… Aqui quase não tem rinque de gelo, pô! Os vassourinhas do curling estão prometendo uma moção de repúdio a Casoy e uma homenagem a Moraes Moreira.

  7. André Nogueira disse:

    Ontem eu fiquei numa dúvida cruel…
    Assitia o final do curling entre EUA e sei lá quem ou fazia justiça ao aluguel de um filme.
    O camarada Carlinhos falou uma coisa verdadeira. Os capôs estavam reluzentes. Alguns estavam tunados e com vinco inclusive. As japonesas estavam demais, dava pra ver a tanguinha que de tão pequenininha nem cabia na japonesinha.
    Por fim, assisti “Intrigas de Estado”. Recomendo.

    Ontem eu não vi OI. Fiquei assistindo a “Maratona 2ª Guerra Mundial” no NATGEO. Ducaralho.

    • André Nogueira disse:

      Por falar em 2ª Guerra, procure o documentário “Arquitetura da Destruição”.

      Opa, valeu!

      • Alê disse:


        ARQUITETURA DA DESTRUIÇÃO é excelente mesmo e pode ser baixado nesse link: -> http://vqv.me/3W1

        Se o tema interessar a quem anda por aqui, recomendo estes tb:

        6-6-44: O DIA D – 2004 -> http://vqv.me/3QB

        Auschwitz: Os Nazistas e a Solução Final -> http://vqv.me/3QM

        E o filmaço Conspiração -> http://vqv.me/3W4

        Se alguém não quiser assistir no micro pode recodificar os arquivos descompactados, para o formato vob (o do dvd-player) usando diversos programas. Recomendo o WinAVI que é simples de usar e o resultado é muito bom.

        Alê

      • André Nogueira disse:

        Aí sim, vcs serão supreendidos!

        Eu tenho o DVD original.

        Você tem um monte de coisa, o único problema é que você não divide com ninguém.

  8. Ricardo disse:

    Cara***, encontrei alguém que também gosta de Curling…. é um esporte de estratégia e de precisão fora do comum.

    P.S. – por favor não incomodem os membros da pleidade do bem …..

    Velho, o curling virou febre no twitter. Tem até “comentarista on-line”. É um troço muito legal, eu curti. E o Cerqueira pisou na bola dedando as “poesias”. X-9 FDP. Perdeu toda a moral comigo.

    • Fábio Peres disse:

      Taí uma coisa que o Brasil pode tentar nas futuras OI … explico: curling é uma bocha com vassouras, e jogada em espaços fechados e climatizados, ou seja, exige GELO, e não NEVE.

      Coisa de brasileiro louco …

      Eles já tentam, Fábio. Jogaram contra os EUA e levaram várias piabas. No site da CBDG aparecem os jogos aqui, mas o resultado eles não colocaram.

  9. Lucius disse:

    Monopólio da Globo é ruim, mas de emissora que não sabe fazer cobertura dos jogos é pior ainda.
    Problema do Sportv são os narradores que parecem que narram sem olhar o monitor. E apesar de não entenderem nada dos esportes, ficam querendo comentar, criar emoção.

    Eu tô achando que se a Record transmitir sozinha (sem a Globo) os jogos de 2012, vai ser comédia pura. E o SPORTV tá vendidinho nessas OI, só mandaram 2 caras pra lá.

  10. Bruno disse:

    Eu estava assistindo esses trénos agora a pouco e chega a ser piada. Os primeiros a descer são os piores da decida anterior, atletas que fazem 2 segundos acima dos atletas de ponta, ultimos a descer. Eu sei que independente disso era uma gritaria, um tal de fantastico para lá, espetacular para cá, sem falar que se alguém peidar é um momento histórico dos esportes de inverno.

    Os narradores ficam perdidinhos. Eles não sabem picas dos caras. Pegam a primeira parcial (logo na saída) e dizem “passou abaixo do líder!”. Na segunda parcial, os coitados já estão 5 seg. acima…

  11. Virei fã do curling, ainda mais depois que vi o time feminino da Rússia… Ah, e ontem eu fui um desses “comentaristas on-line” do curling. :p

    Pô, ontem não rolou twitter aqui. Curling é legal pra cacete.

  12. André Nogueira disse:

    Pq então, diante de tantos diante de tantos fãs do curling, não montamos uma equipe de bocha?
    Tudo bem, não é tão elegante, nem tem os charmosos rodinhos, mai é bão dimais da conta sô!

    Amigo, estamos fundando a CBC (Confederação Brasileira de Curling), já temos até hino oficial:

  13. Paulo Henrique disse:

    Bom, até concordo com alguns comentarios, realmente a record forçou em alguns aspectos. Porem ela teve a iniciativa de mostrar essa novidade para os brasileiros que não tem condiçoes de praticar esses esportes nem ao menos de pagar tv acabo.
    Ela “teve” que levar na verdade nao teve que levar nada isso é equivoco seu. Bom pelo menos ela mostrou coisa que a “Rede Robo” nao mostrou só que ela parece “Rede recorta”
    Nao culpo os comentaristas pelas “gafes” até pq eles tbm nao “conhecem” os esportes de inverno entao é logico que nao sabem fazer a loucuçao dos mesmos.
    Bom é claro que isso tem interesses porem, achei muito legal a record mostrar pro povao…

    Uma coisa é certa, Paulo: se a Record, ao comprar os jogos de 2012, não fosse OBRIGADA pelo COI a levar no bolo Vancouver-2010, ninguém sem TV a cabo assistiria. E, a julgar pelo “time de especialistas” da Record, tô com medo da transmissão em Londres. E mais uma coisa: um profissional tem de se PREPARAR para transmitir o evento para o qual foi escalado. Ninguém nasce sabendo, mas todos podem aprender ANTES. Basta estudar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: