Igreja Universal do Reino Corinthiano

A imprensa é capaz de fazer as pessoas acreditarem em muitas coisas. Nada contra, é a função dela, acompanha (e acredita) quem quer.

Nos últimos 45 anos, graças à tal da imprensa, ouço a ladainha de que a torcida do SCCP seria como um ente supremo, composta de insanos seguidores de uma seita fundamentalista, um “bando de loucos”, “diferente de tudo que está aí”, exatamente como apregoava um certo partido político nos idos de 1980 (uma lenda que, infelizmente para o país, o tempo – maldito tempo! – desfez).

Confesso que, até lá pelos meus 15 anos, eu meio que achava isso, mesmo. Afinal, meu parâmetro de torcida era a do meu time, numericamente inferior e, toda vez que discutia futebol com um corinthiano, via no discurso dele uma coisa meio surreal, eles pareciam ter visto outro jogo, criavam teorias conspiratórias absurdas, narravam lances que nenhum VT mostrava, enfim, eles não viam um jogo de futebol, viam só o Corinthians. Tipo aquelas pessoas que dizem ter visto a imagem de Jesus na gordura da frigideira, sabe?

O tempo foi passando, eu fui juntando as coisas, comparando, mastigando, engolindo e concluo, hoje: o corinthiano médio não gosta de futebol, gosta apenas do time dele. Mesmo que essa “entidade suprema” chamada SCCP tenha sido criada com o propósito de… disputar jogos de futebol! Seria, mal comparando, como se ele gostasse de admirar um eletrodoméstico desligado. Ou como os povos antigos, que adoravam totens e atribuíam divindade ao fogo, às estrelas e ao sol.

Vejo até ateus convictos e militantes, quando corinthianos, contradizerem-se barbaramente, agindo como fiéis da Igreja Universal do Reino de Deus, falando em “mística”, “poder da camisa” e outras atribuições sobrenaturais que, segundo eles, só o SCCP tem. Só eles torcem, só eles são os ungidos. Tudo lá no PSJ é diferente (e, se não me falha a memória, esse bordão é repetido pela diretoria de um outro time…)! Diferente e impossível de ser alcançado pelos mortais torcedores dos outros clubes. Megalomania, “complexo de superioridade”, dê a isso o nome que quiser. Pra mim, as duas coisas mais chatas que existem são aguentar pregação de crente e ouvir corinthiano falar do time dele. O que, no fim das contas, é a mesma coisa, né? Basta trocar “Deus” , “Jesus” ou “Alah” por “SCCP” no discurso do crente. Fatos, lógica, coerência? Ah, passou longe. Mas eles são useiros e vezeiros em exigir DOS OUTROS TORCEDORES que se prendam aos fatos, à lógica e à coerência quando discursarem sobre seus times.

O bravo SCCP e seus seguidores querem ser “os” diferentes em tudo, até no quesito “fila” e sofrimento: a “fila” deles é mais sofrida que a “fila” dos outros trocentos clubes de massa que as amargaram; o rebaixamento deles é mais doído, e o retorno é mais épico que a batalha de Waterloo; os incontáveis fracassos no torneio que eles mais almejam viram um misto de “exemplo de superação” com desdém aos vencedores e rivais, numa atitude típica de criança alijada da brincadeira coletiva:ah, eu nem queria, mesmo… prefiro brincar sozinho!”.

Se não queria, pra que veio? Se são maiores que tudo, por que se misturam aos “ímpios” sãopaulinos, palmeirenses, botafoguenses e flamenguistas em seus torneios sujos? Peguem lá os campos do Terrão, de Itaquera, do Parque Ecológico e façam um megatorneio, com o nome “Taça Libertadores dos Devotos do Timão”, com uns 20 Corinthians, montem a tabela (mata-mata, claro! Pontos corridos é coisa de bambi) assim: SCCP “A” X SCCP “B”, quem vencer pega o vencedor de SCCP “C” X SCCP “D”, e assim, sucessivamente. Serão sempre campeões. E puros de alma. Não se misturem com a gentalha!

Ontem o Palmeiras caiu fora da Copa do Brasil, perdendo pateticamente para o Patético Goianiense. A torcida palmeirense, que não é “imortal” como a do SCCP, fez isto:

Os “alienígenas” corinthianos, os “ungidos”, os superiores que “não ligam pra torneio de bambi” foram eliminados da Libertadores e fizeram isto:

Pois é, mas sempre haverá espaço para alguém aí nos comentários chegar e dizer: “você não tá entendendo, existem coisas que só um corinthiano entende!”. É, eu sei. Crente fala a mesma coisa quando questiono sobre o divino. Percorra os blogs corinthianos e palmeirenses, leia as opiniões, e identifique ALGUMA diferença. Se quiser, poste aqui. Ah, nos blogs sãopaulinos não adianta ir, porque a gente AINDA está na Libertadores-2010, o sonho de TODOS os corinthianos, sejam eles “autênticos”, “modinhas”, “caipiras”, ou outra categoria qualquer que vocês venham a inventar pra justificar o comportamento “ímpio” de algumas ovelhas desgarradas.

Abraço, e até 2011 (?). Aproveitem o lapso de tempo prum cursinho de espanhol. Um dia vocês podem precisar.

Anúncios

61 Responses to Igreja Universal do Reino Corinthiano

  1. Carlitos disse:

    “Parabéns aos anticorinthianos pela invídia que formou a maior corrente de mau agouro já vista no cenário esportivo mundial.

    São vocês que nos concedem a exata dimensão de nossa importância”.

    Por Larissa Beppler.

    Se vocês se dessem um pouco menos de importância (ou, pra ser mais exato, a importância QUE REALMENTE TÊM), talvez a “corrente de mau agouro (opa, isso tem a ver com o sobrenatural, né?)” fosse bem menor. E a Larissa Beppler é MUITO inteligente e MUITO bonita (pelo menos, na foto).

    • Carlitos disse:

      Completando, Vinícius.

      Rezam alguns filósofos que não existe grandeza em si. Todas as medidas de grandeza seriam assim relacionais, ou seja, se construiriam a partir da relação eu-outro.

      Por exemplo, se eu disser que sou uma reencarnação de Napoleão, vou ser considerado louco e só. Agora, se eu conseguir com que 60 milhões de pessoas passem a acreditar nisso, certamente serei elevado ao trono do império brasileiro ou francês, que o seja.

      Se passa a mesma coisa com o seu argumento. Nós, corinthianos, acreditamos nisso tudo que você nos nega. Somos um grande número a nos identificar como diferenciados etc. Os caminhos pelos quais chegamos a essa experiência coletiva decerto são mais complicados do que “imposição da imprensa”.

      Agora, se existe uma verdade essencial nessa experiência ou não, são outros quinhentos, e não serão nem seus argumentos nem os meus que provarão ou não isso. É uma questão de luta simbólica, e só.

      O que se pode provar, isto sim, é o fato de que você se sentiu incomodado a ponto de argumentar apaixonada e longamente. Fazendo isso, você nos concede o que quer negar a contrario. Freud poderia muito bem classificar isso de um grande ato falho, assim como a nossa recusa em querer dar importância à Libertadores.

      Enfim, encontrei um texto mais generoso de um são-paulino. http://www.ricaperrone.com.br/2010/05/grandeza-com-recibo/

      Esperava algo parecido de você, mas percebo que é apenas mais um, óbvio que com argumentos rebuscados, no coro dos contrários “teleguiados pela maldita imprensa” – a mesma que você diz historicamente nos ensandecer…

      Abraços de um louco pela Libertadores assumido e invejoso contumaz dos títulos do seu time, não da sua torcida apedrejada por Ceni, Miranda etc, a “igual” a do Corinthians.

      Carlitos, veja só: por que cargas d’água vocês acham que o rebaixamento do Palmeiras ou Vasco, a fila do SPFC ou Botafogo é menos dolorida para o torcedor desses times do que as mesmas ocorrências para o torcedor do teu time? Porque é VOCÊ que está sentindo, né? Agora, veja o tratamento dado pela imprensa aos fatos citados: se é o SCCP, é uma hecatombe; com os outros, rende 10 min. de Globo Esporte. Vocês são em maior número, mas não são mais sensíveis que os outros torcedores. Foi isso que eu tentei passar. E, sobre infidelidade, eu vi um blog intitulado “corinthianismo com credibilidade”, onde o titular confessa ter ABANDONADO o Pacaembu 7min. após o gol do Love. Eu, um “sãopaulino vagabundo”, NUNCA FIZ ISSO. Nem quando tomávamos 3 gols do Geraldão no Pacaembu, aguentando um tabu de 5 anos. Abraço.

    • Carlitos disse:

      Se estivesse valendo um jogo acompanhado pela Larissa Beppler, acho que qualquer um daqui daria o braço a torcer…

      Abraços!

      Sem dúvida.

    • nayara disse:

      respeitamos todas religiões até a dos bambis!!!!

  2. Carlinhos disse:

    Tem modalidade nova de torcedor do Timão: o bate-palminha!

    abç

    É… Como você mesmo disse no twitter, aprenderam com o Felipe naquele pênalti contra o mesmo Flamengo que os fez chorar ontem.

  3. João Anacleto disse:

    Acho que você exagerou. Até imagino pelo time que torça, mas seu bom humor transcende o que é fato do que é real. Acho que os corintianos gostam mais do seu time do que outros torcedores, e isso é visto nas arquibancadas, ou não? Creio que você poderia se preocupar um pouco mais em definir o que é gostar de futebol e tudo que ele envolve.
    Aliás, cursinho de espanhol para corintianos? Pra que? Não são todos analfabetos? Se não leem em português, não lerão em espanhol. E mais, acho que você deveria fazer um cursinho de português.
    Corintiano não tem “H” e a palavra “prum” só deve existir se for um peido com “R”.
    Continue assim. Deve ter alguma audiência falando do Corinthians. Só seja mais coerente e menos bambizinho afetado.
    Abraços, por onde quiser, mona!

    Olha, Anacleto, como você caiu de paraquedas, não deve conhecer o estilo que eu uso aqui, por isso “corrigiu” o meu “prum”. Posso escrever “para um”, se lhe apraz. Também posso escrever “corintiano”, se você faz tanta questão, apesar de haver diversas pessoas MUITO MAIS abalizadas que o senhor defendendo a escrita com “h”, uma vez que o time é CorintHians.Tem mais algum “erro de português” que o nobre linguista quer ver “corrigido”? E coerência é o seu forte, atribuindo a uma pessoa que NUNCA VIU NA VIDA a pecha de “afetado”, encerrando seu brilhante comentário usando gíria de travesti. Dispenso o abraço.

    • RAGI disse:

      CORINTHIANO é sim com TH, pois corintiano é o gentilico do nascido em CORINTO MG. se não acredita é melhor estudar geografia e história novamente

  4. André Nogueira disse:

    Sabe o que é pior?

    Vocês, secadores, com tanto tempo desperdiçado conosco e com nosso time acabam por confirmar algo que, como explicou, não ekxiste.

    Sem falar que quando falam de sua torcida e time usam os termos minoria para qualificar a amostra quando são fatos negativos. Em contrapartida generalizam para falar de coisas que os incomodam no corinthians e sua torcida.

    O que vc quer? Que respondamos as provocações de cabeça baixa e concordemos com tudo o que dizem? Exigir argumentos sóbrios qdo provocam alguém com piadas (essa parte é divertida) é no mínimo contraditório.

    Vc se incomodou com respostas “da boca pra fora”. No fundo o sofrimento existe, mas não vamos assumir pra quem torceu pelo nosso fracasso. É tudo brincadeira, não é?

    Sim, claro… Tenho certeza que, um dia antes, você torceu desbragadamente para o tricolor contra o Juventus do Peru. É, só os adversários do SCCP que secam o coitadinho. Mais engraçado disso tudo é esse choro vir de uma torcida que TEVE A MANHA montar uma camisa CorinChester na final do Mundial/99. O SPFC NUNCA fez SPChester, TricoRiver ou quetais.

    • André Nogueira disse:

      A questão não o direito de secar. É ter o direito de responder as provocações do dia seguinte como desejar.

      Normalmente torço pelo melhor futebol. Qdo o melhor futebol é do SPFC ou do SEP fico neutro.(Pra quem torcerei agora?) Acredita?

      Não existe resposta mais irritante para o provocador do a que não tem fundamentação lógica e racional. Uma prova é que a soma de diversas delas gerou seu post. Depois de quase 23 anos de gozação eu acho que ficou no DNA. Olha que eu só peguei 3anos e meio de tabu.

      Posso responder: ah, esse campeonato não tem importância nenhuma. A história do SCCP é maior que esse campeonatozinho de merda, o Corinthians por si só já vale meu amor, não preciso de títulos pra manter meu amor, etc. Claro, tenho minhas opiniões guardadas para papos sérios numa mesa de amigos, mas as citadas valem pra responder as 728 provocações que recebi hj.

      O difícil é encontrar um corintIano (como pediu o rapaz aí) que assuma isso publicamente, e não venha com explicações semi-racionais para a irracionalidade que faz o futebol ser bacana. Tem de saber zoar e ser zoado, porque quando o SCCP ganha, ninguém suporta.

      • RAGI disse:

        Difícil encontrar um CORINTHIANO que pense assim ou assado?, acho que essa resposta é vazia é dificil encontrar torcedores de outros times que não pensem como vocês!, pois só existem os CORINTHIANOS e anti-CORINTHIANOS, o segundo time de vocês pode ser qualquer um.

        Só pra constar: fidelidade é na saúde e na doença, na alegria e na tristeza, né? Ontem, na “última obrigação” do ano, apenas 9.000 torcedores no Pacaembu. Esses bambis são foda, só aparecem na boa.

  5. Serbão disse:

    Perfeito!!!! E o sumo sacerdote desta religião é o Washington Olivetto. Ele escreveu um livro de ficção em que a “entidade” ganha de todos os times do Universo.

    Esse WO é outro bobalhão que alimenta a farsa. Ah, e a quem possa interessar: em 1977, a chamada da Globo para a transmissão do jogo SCCP x AAPP era assim: “A Globo GARANTE, o SCCP vai ser campeão!”. Fizeram até camiseta do time com o globinho. Mas disso, convenientemente, NINGUÉM SE LEMBRA.

  6. olheiro disse:

    Não tem o que tirar, os mais tudo em tudo, então se são mais tudo, tome essa, a maior secação e festa contrária possível, mais em tudo, então toma mais no toba, quando ganha é enorme, quando perde tem que ser também, tome um bem grandão, são odiados sim, concordo com o Perrone, por isso são grandes, mas cada um pega o caminho que quiser para crescer, o Flamengo ainda é o maior, já torci para o time do Zico ganhar, era lindo o futebol apresentado, já torci para Robinho e Diego, é bonito ver o Ganso e o Neymar em campo, o time do Telê no SPFC jogava o fino, sou palestrino, tive duas academias, sei o que falo, o ataque dos 100 gols, admiro o belo futebol, mas voltando aos mega enormes, não conseguia torcer para o time de Zenon, Sócrates, Ademir, jogava muito, mas o problema não é só a rivalidade, tiveram times que jogaram muita bola, mas como eles são os mais, até nesse fato individual, das minhas preferências, eu não consegui ver isso, a cegueira deles contagia, contamina, e inverte o processo de adoração, eles conseguem o que nem os crentes conseguem, você pode não suportá-los, mas jamais torceria para o diabo numa hipotética peleja com Jesus, agora torcer para aquela raça sem vergonha de argentinos (D´Alessandro), só mesmo contra o grandioso Corinthians, me salvou a noite essa eliminação, dormi feliz, vibrei pelo Love, quem diria, esqueci o problema gigantesco do meu time por um grande e belo momento, realmente, esse grande clube brasileiro aliena a todos.

    Eles imploram pra que os rivais os sequem.

    • É exatamente assim que nós, Corinthianos com H, queremos. Palmeirense e São-Paulino, e todo e qualquer torcedor de outros times, torcendo contra e nos achando um monte de babacas. E foda-se! Para todo o sempre, amém!

      Então, mas tem um cara aí me chamando de analfabeto por eu ter escrito assim. Ele usa a mesma camisa que você, mas pensa diferente.

  7. Ana Lacerda disse:

    Excelente texto.Muito bem escrito e muito bem sacado!
    Parabéns!

    Gratíssimo, Ana!

  8. Nada mais (sobre)natural esse comportamento dos cúrintianus, pois eles são uma torcida que tem um time, não é isso?

    É, Michel. Aliás, isso é outra coisa estranha, “torcida que tem um time”. Se o SCCP fechar amanhã, eles virarão o quê? Uma torcida sem time? Um São Caetano (time sem torcida) com sinal trocado? Cometerão suicídio coletivo, igual aos devotos do Pastor Jim Jones? 😀

  9. Angelo disse:

    Futebol é o escárnio, mano. E certas coisas vc nao vai entender, pq, SIM, é a porra de um bambi. N to dizendo q o sofrimento de um rubro-negro ou corinthiano é maior ou menor (sem dúvida o sofrimento de um botafoguense, tricolor carioca e patético mineiro deve ser mto maior, pq, afinal, q porra esses times ganham?), mas é aquilo: tem umas merdas q sao sobrenaturais mesmo. Ninguém entende, mas sente.

    Assim como a alegria desses caras é descomunal: um botafoguense é aquele cara que nao dá uma faz tempo e quando sobra R$ 20 pra ir na zona é como se tivesse comido a Gisele Bundchen! PUTA QUE PARIU!

    Nossa, achei que esse post fosse uma coisa meio “chamamento à razão”, espaço pro pessoal se despir dos “mantos sagrados” e não corroborarem teses furadas da maioria, mas tá difícil. Deixa pra lá, viva o Edir Macedo! ALELUIA, IRMÃOS!!!

    • Carlitos disse:

      O mais engraçado, Vinícius, é que quando te convém, você é o arauto do “romantismo no futebol”, da “,magia dos velhos tempos do terrão e bola de meia”, do “descompromisso pecuniário”, do “amor” etc.

      Quando não te convém, você se torna mais um agente racionalizador do mundo capitalista futebolístico dizendo que tudo e todas as torcidas são a mesma coisa e ai daqueles fanatizados embasbacados curintIanos que crêem em uma mística própria.

      Vá entender… Ah, entendo sim. Só mesmo um fanatismo invertido e introvertido elevado à última potência para tais desatinos.

      Carlitos, sabe o que EU não entendo? Onde o fato de eu dizer que os torcedores de todos os times são iguais individualmente e que as torcidas se diferem apenas na QUANTIDADE te remete a esse “agente racionalizador do mundo capitalista futebolístico”? Deveria ser exatamente o contrário! No tempo da bola de meia era assim, todo mundo era igual. O capitalismo futebolístico com interesse em agradar a maioria (para lucrar mais, óbvio) é que criou a “mística da massa”. Isso VENDE PRA CACETE. Entendeu?

      • Angelo disse:

        Porra, Vinícius, parece que vc n leu o que escrevi. rs E aqui uma contradição FLAGRANTE entre o que estás dizendo agora e o que já disse em INÚMERAS OUTRAS oportunidades: “as torcidas se diferem APENAS na QUANTIDADE” ?????????

        uhauhauhauhauhhuauhauha, tu tá de brincadeira. vc, eu e td mundo sabe que as torcidas são bem diferentes entre si. E é algo reconhecido por qualquer um que as torcidas de Flamengo, Corinthians e Atlético/MG tem, sim, seu poder próprio, sua “mística”, são diferenciadas, são a MASSA. E são mesmo. Pela paixão, pela quantidade, pelo sofrimento, por ser do povo. Vc mesmo já disse isso várias vezes. Eu concordo em parte com sua tese do texto, agora não força muito nao que fica feio pro seu lado! hehehehehe

        Ai, menino… Desenho: SPFC tem 10 “torcedores místicos” entre 1000 “simpatizantes”. No CRF, universo maior, a proporção é mantida, mas o NÚMERO ABSOLUTO de “místicos” é, por óbvio, tantas vezes maior quantas vezes for maior o universo. Aí você tromba com um “místico” em cada esquina, e o estádio enche de “místicos”, e a galera recebe o nome de “magnética”. Entendeu? 😀

      • Angelo disse:

        hahahahahahaha, que piada! As torcidas são diferentes, o comportamento no estádio, etc, simples assim. Todo mundo sabe disso. E vc está se contradizendo. Encerro o caso!

        Putz, mas você anda impossível, hein?

      • Carlitos disse:

        Bom Vinícius, vi que não adianta ficar discutindo. Se for levar para o caráter da racionalidade capitalista, que justamente representa o oposto do que você disse, pois tende a nivelar tudo e todos por meio da quantidade, deixando de lado toda e qualquer qualidade diferenciadora, o papo descamba pra um intelectualismo meio estéril.

        Pelo menos o post serviu pra você ficar bem na fita com Lina, Abdul e outros fanatizados que desconfiavam de sua sãopaulinidade por causa de suas críticas ponderadas sobre o “mito” Ceni e seu time.

        Abraços.

        HAHAHA, vocês querem que eu seja o “bambi desgarrado”, né? E mais: querem que eu use a racionalidade só pra falar MAL do MEU TIME. “Amo muito tudo isso”, já dizia Ronald McDonald. Abraço, velho. 😀

      • Carlitos,
        Se tu falar meu nome de novo, tu vais ter falado duas vezes.
        Fica esperto.

        8)

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

        Fanático sim, e dai ?

        ***(*) ******(*)

        Manera, rapá…

      • Marcelo Abdul disse:

        Carlitos. O Vinicius tem a opinião dele sobre o Rogério como eu tenho a minha. Opiniões diferentes são comuns em uma democracia. Opiniões divergentes da sua me transformam num fanático? Lamentável.

  10. Claudio disse:

    O fato de você não compreender a irracionalidade que é gostar do time mais que de futebol não desmerece o “gostar do time”. Só não entendo de onde você tira que a imprensa inventou essa história, quando na verdade quem fez isso foi a própria torcida, que obrigou a imprensa a não lutar com os fatos. Time de imprensa, aliás, é o que nos eliminou ontem, ou então aquele para o qual você torce, haja vista as manchetes da “vitória épica” da sua repartição – palavras tuas – contra os peruanos.

    Acho curioso aparecer por aqui a menção da tal “entregada” em 2009 por conta de nossa recente eliminação. Pois eu pergunto: foi o Corinthians mesmo que entregou? Ou teria sido um outro time que, no desespero de ter perdido o campeonato mais ganho da história, resolveu embarcar na onda da mídia, sempre atrás de futricas e crises sobre o Corinthians? Esses que acusam o Corinthians de ter “entregue” o campeonato assistiram a algum jogo depois que o time entrou em férias, ainda no meio do Brasileiro? Também é curiosa a indagação do motivo de nos misturarmos nos torneios. Isso é uma distorção de fatos, até porque não somos nós que falamos de boca cheia que “paulistinha não interessa” e que “vamos disputar torneios com Real Madrid”.

    Sobre a sua última colocação quanto ao fechamento do Corinthians: se isso acontecer, o clube e a paixão que sentimos por ele não cessa. A explicação está em outra máxima que você esqueceu de citar: corinthiano nasce, não vira torcedor. E por que não aceitar que eu tenho um nível de cegueira semelhante ao de um fanático religioso? A patrulha para o ceticismo permanente, no final das contas, pressupõe também um radicalismo chato e, na minha opinião, totalmente contrário ao que eu entendo como função social dos clubes que, por um acaso histórico, se firmaram no futebol.

    Meu japinha de estimação: em meia hora tomando uma boa cerveja, eu te explico tudo. Só uma coisa: sobre “corintIano (ééé, seu “compatriota” pediu…) nascer, não virar torcedor”, tem um dos comentaristas por aqui que merecem estudo antropológico. Ah, você ganhou a bandeirinha/camiseta da Globo em 77? Não, acho que você nem era “nascido pronto e corintIano” ainda.

    • Claudio disse:

      Não, não era nascido em 77, mas acho que uma coisa é a emissora câncer usar o Corinthians para ganhar dinheiro. Outra é servir de assessoria de imprensa. E quem diz que não tem h no termo é mais um que entra na minha lista de exilados da arquibancada, até porque quem faz isso lê o juquinha. E quem lê o juquinha só pode ser um merda.

      Essa sua cerveja que você nunca marca já é lenda e esse negócio de estimação teu ficou muito mais de bambi do que o “bambi de estimação”.

      Ó o rapazinho aí de cima, cheio do corintIanismo, me chamando de “afetado”, bambizinho e a porra toda… E a cerva, desta semana, não passará: você, o Cruz, eu e quem mais estiver na pegada. E eu, segundo você, sou bambi, né? Então não podia ser diferente.

      • olheiro disse:

        rapaz, o cara pegou ar, 80% dos gambás que conheço (e são inúmeros, porra são os maiores né) estão assim, não entendo, nem vale nada essa porra de libertadores né, o que importa é a torcida, o campeão ou não, aquela frase da época da fila, esses dias li um texto de uma mina que falava sobre isso, corinthiana que ganhou meu respeito, ela falava de 77 e de tudo que representou aquilo, e explicava a dor da fila, cara, se título não vale nada então eu tô doido, eu nuca vi a nação corintiana tão azeda quanto essa semana, nem com o pênalti que o Marcão pegou do Marcelinho, e tenho uma tese sobre isso, tem a ver com quebra quebra, dessa vez, ao menos no estádio não teve isso, e cara taí um lance que deve acalmá-los, o sentimento de justiça feita, amordaçaram a torcida, tiraram o direito dos caras extravasarem a perda tão dolorida quanto negada.

  11. Eu sou daqueles ( “Daqueles”? Quantos? Só eu que tenho a seguinte opinião… ) que acha que “fiel” é o torcedor da Ponte Preta ( um dos times mais antigos do Ocidente, mas nunca ganhou nada, e cujo maior papel de protagonista foi ter sido garfada justamente contra o “Timão” em 77 )e do América/RJ, que o time das maiores conquistas do Brasil é o SPFC, e o maior do mundo é o mitológico Santos de Pelé ( seriam os Beatles do futebol). Acho que, se o tempo congelasse, e Timão ou o Palestra viessem a fazer tudo o que Santos e SPFC já fizeram e conquistaram, ainda assim não superariam os pioneiros. O Santos é verbete de enciclopédia, assim como o Brasil de 70, e não há nada que um dia mude isso.

    Fiel = Torcedor do Juventus, da Lusa, do América/RJ… Aqueles caras que sabem que vão sair de casa com 90% de chance de levar um cacete, mas, mesmo assim, saem. O resto, meu velho, é tudo mais do mesmo, só muda a quantidade de adeptos e a cor da camisa: Se não tá por cima, fica em casa. Teve até torcedor do SCCP que confessou, num desses blogs corintIanos (é assim, né, Anacleto?), ter ido AO CINEMA na hora do jogo, por “não suportar a emoção”. Coisa bem “de bambi”, né?

    • Distorcendo o que o rapaz disse, Vinicius? Até tu, “juquinhando”? O rapaz disse que tinha problemas de pressão e por isso preferia ir ao cinema, nêgo! Aí, você já está tentanto empurrar seus argumentos goela abaixo, e você é bem melhor do que isso, hein?

      Matheus, numa boa: existe uma diferença bastante importante entre desinformar e emitir opinião. Você nunca leu “furos de reportagem” aqui, e nem vai ler. Se eu “não entendi” o que o rapaz disse (ou pra ser preciso, não entendi da maneira que VOCÊ gostaria que eu tivesse entendido), não é motivo para me atacar tanto assim. 😀

  12. Rob Gordon disse:

    O que me incomoda de verdade é o fato de eles acharem que são os únicos torcedores de futebol do país, e os torcedores do São Paulo, do Palmeiras, do Santos e de todos os demais times do país serem apenas simpatizantes dos respectivos times, como se fosse possível medir isso.

    “Eu gosto mais do Corinthians do que você do meu time”. Porra, como se mede isso?

    Sim, o time é grande, a torcida é enorme e apaixonada. Mas isso não quer dizer que os torcedores dos outros times não podem ser apaixonados também. Ou só tem espaço para uma torcida apaixonada por cidade?

    Como eu disse, o time é grande. Mas muito da raiva que as outras torcidas têm vem por causa dessa atitude. Ou seja, a torcida incomoda mais que o time. E, ao contrário do que eles pensam, é pelo motivo errado.

    Sei que toda vez que o time perde algo importante, encontro corinthianos conformados, chateados, desiludidos. São as pessoas normais. Mas sempre tem aquela meia dúzia que solta o:

    – Mas não importa, vocês nunca vão ter uma torcida como a nossa.

    Porra, o que isso tem a ver com o resultado do jogo?! O que eu venho respondendo é:

    – Então quando tiver um campeonato de torcidas vocês vâo ganhar. Parabéns.

    E vem funcionando.

    E uma última coisa: eles precisam entender que a frase “todos os times têm uma torcida, mas no Corinthians é diferente, é uma torcida que tem um time”, não faz nada a não ser diminuir a grandeza do time, deixando-o menor que a torcida, que, cá entre nós, é a mesma coisa que dizer que um apartamento é maior que o prédio.

    É, tinha que vir um CRAQUE aqui pra DESENHAR o bagulho que eu, porcamente (sem ref. ao teu time…), não consigo explicar. Tks, Rob.

  13. Vinicius, é meio assim;Se não me engano esse campeonato que você propõe só entre Corinthians aconteceu em 1977 promovido e patrocinado pela RG.

    É, esse foi um deles. Só tinha alvinegro na final 😀

  14. Carlos Rosas disse:

    Não vou entrar nesse debate, acredito que todo mundo que tem um time sofre por ele, no intimo de cada um a dor sempre é maior do que a do outro, mas isso é coisa para tese de psicólogo… minah outra questão é que tem gente que se diz corinthiano (para mim sempre vai ter “h” se o nome do time é de origem inglesa e se escreve com “h”, o seu gentilico também deve ter, mas ai també mé coisa para o Pasquale Cipro Neto discutir) e que para compensar a “mesada” que recebe torce para o “quanto pior, melhor” e se a coisa nã oestá ruim, inventa alguma coisa para ficar, eu como torcedor não achei essa tragédia toda (vai ver por morar em outro estado e longe do clima de rivalidade entre torcidas em SP), o Corinthians foi eliminado no primeiro jogo, que com aquela chuva toda se retrancou e num lance fortuito (aonde poderia ocorrer com qualquer um) poderia fazer o penalti, e não porque o Ronaldo passou a noite toda numa gandaia, como o heroi dos frascos e comprimidos está falando hoje… bem já falei demais e aqui não é lugar para um corinthiano lamentar rsrs abração.

    Não chora, vai, te dei um presentão hoje lá no NCDJ

    • Carlos Rosas disse:

      ERRATA: essa é a correção mais prazerosa que eu tenho na vida, agora que eu sei que aquela estória da farra do ronaldo é mentira rsrs mesmo assim eu mantenho que o cara gosta do quanto piorm melhor e que se não tem,o que até as árvores da cincinato braga sabem, ele inventa (parece que eu tava adivinhando rsrs) parabens aos vaçalos do poder corrompido, pobre credibilidade.

      PS: minha tristeza com a eliminação passou depois desse desmascaramento

  15. Carlos disse:

    Pra que tanto ódio no coração, Vinicius?

    Você quer saber porque ser corinthiano, respondo com outra pergunta:
    EXISTE OUTRO TIME???

    Salve Coringão, unico campeão mundial reconhecido pela FIFA!!!

    “Olhaí, num tô falano” (tem de pôr aspas, senão vem gente “mi acorrigi”)? Nem NISSO vocês são os únicos mais, né?

  16. Clap, Clap, Clap, Clap, Clap, Clap
    Clap, Clap, Clap, Clap, Clap, Clap

    Simplesmente sensacional.

    ***(*) ******(*)

  17. […] Leitura Obrigatória Por Geraldo "JASON" Lina Igreja Universal do Reino Corinthiano […]

  18. André disse:

    Acho que racionalidade não combina muito com futebol. Tá mais pra religião mesmo. A diferença é que os santos que jogam melhor ou que já não conseguem fazer milagres podem sair da Igreja Católica e ir para alguma seita Islâmica cheia de petrodólares.

  19. Alê disse:


    Hahahahahahahahahahahaha 😀

    Isso aqui vai render…

    Vou ficar na janela, só observando… 😉

    A acrescentar, uma pesquisa (não sei a fonte) realizada há alguns anos, que informava uma queda brutal do pib da cidade, no dia posterior a um jogo decisivo do SCCP.

    Se, ganhando ou perdendo, o cidadão corint(e agora?)ano não trabalha direito ou simplesmente falta, imagina como ficam as mulheres desses caras?

    Depois são-paulino é que é viado…

    Hahahahahahahahahahahaha 😀

    Alê

  20. Marcus Sousa disse:

    Torcedor é tudo igual Vinicius, fanáticos então, nego surta, mas no fim sofrem do mesmo jeito, choram, xingam, descabelam…o corinthiano talvez seja mais passional, me fala alguma vez que a torcida do SPFC, Santos ou do Porco destruiu seus respectivos estádios, tentou várias vezes bater nos jogadores do time frente a uma desclassificação de campeonatos ou quem sabe mata-los…??Edílson, Dinei, 1991/2006 estão ai pra lembrar das mais conhecidas e recentes…

    Eu acho que no fim oq eu acontece é que o corinthiano, os rivais e a mídia como fizeram no jejum ficam criando essas histórias de sofrimento ( e é mesmo, me fala se seu time ficou 23 anos na fila e durante esse tempo, sendo gozado e aloprado, me diz ai??) e a torcida e o Clube mesmo assim acreditaram que seu dia iria chegar…

    Eu não sei direito pq dessa merda toda de falarem( inclusive e com mais vontade dos próprios corinthianos) que torcem mais ou melhor, só sei que vc fez e que é um grande mal é generalizar.

    Depois do jogo peguei e fui embora, decepcionado pra caralho, lamber as feridas em casa, cheguei e fui (tentar) dormir, na saída do Estádio tava um silêncio ensurdecedor, aquela caralhada de gente e um silêncio… se corinthiano, torce mais, sofre mais sei lá, nunca fui a um jogo pelos adversários, to dando um depoimento de um coritnhiano pós jogo. Só sei que o corinthiano e isso você não vai negar é mais acostumado ( principalmente nessa paranóia que se tornou esse campeonato) a sofrer e sentir-se o mais morimbudo e fdp do Brasil… Porque mesmo o Flu, Botafogo e Galo não ganhando esse mesmo torneiam a diversão brasileira no futebol e sacanear o corinthiano…

    Abs

    Valeu, Marcus.

  21. Carlos Henrique disse:

    ‘Bando de ‘cusão’

    Não dava pra esperar nada diferente mesmo…

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    8)

  22. Marcelo Abdul disse:

    Eu tenho medo de grupos que pensam que “só eles são diferenciados”. No futebol isso não existe. A paixão de um torcedor da Portuguesa é muito maior que a de qualquer corinthiano. Desde 1973 ele não sabe o que é ganhar um título de primeira divisão. Um verdadeiro torcedor “fiel” mas que é esquecido porque não dá lucro e nem dinheiro para o estabelishment. Então se alimenta essa falácia amorosa e que provoca a irritação de outras torcidas.

    Já li o presidente corinthiano afirmar numa entrevista que a torcida corinthiana poderia eleger um presidente da república. Mas todos os corinthianos são petistas como ele? E quanto as outras torcidas do Brasil que são a outra enorme maioria?

    Eles primam pela empáfia usando uma falsa mobilização popular. Como se não tivesse torcedores de baixa renda em outras torcidas.A propósito, as caras vistas no Pacaembu no jogo de quarta não eram nada “populares”. Haja visto que para ver o Corinthians jogar hoje é necessário pagar um preçinho muito mais salgado do que qualquer outra torcida do país.

    Coisa de time popular…

    • “caras populares”…Ai, meu Deus, me ajuda! Até a Globo agora parou de “pular” os maconheiros contumazes da arquibancada e mostra rostos na tv aleatoriamente. Para que eu vou descer!

  23. paulo disse:

    Cara, vou contar uma coisa.

    Tenho 3 amigos fanáticos pelo Corinthians, como eu também sou fanático pelo São Paulo e como tenho amigos fanáticos pelo Palmeiras.

    Terça-feira dia 11/05/2010 logo após jogo do São Paulo x Juventos do Peru, recebo 3 ligações, as 3 dos meus amigos Corinthianos, dizendo que tivemos sorte e com esse timinho nosso não iriamos longe e que era para assistir a partida de quarta-feira que eu iria aprender como se ganha e bla bla.

    Bem, o que gostaria de mostrar é. Primeiro, meus grandes amigos corinthianos não tem TV por assinatura e o jogo do São Paulo passou no Sportv. Os 3 foram em um bar da minha cidade (Londrina-pr) para ver, isso mesmo, para ver o jogo do São Paulo F.C. e o engraçado é que eles (conheço todos a mais de 20 anos) sempre me infernizaram dizendo que todos torcem contra o corinthians e que corintiano não torce contra São Paulo e bla bla bla.

    Segundo: Ao apito final do jogo de quarta os 3 desapareceram. Voltei a ve-los hoje de manhã (dia 07/05) e todos estavam destruidos, acabados e a primeira coisa que me disseram é que não iriam mais ver futebol esse ano e que não iria mais ver o corinthians esse ano. Disseram com todas as letras “para, eu ja abandonei isso tudo”.

    Bem, esse história vai de encontro com o que vc escreveu pois esses meus grandes amigos sempre tiveram esse discuso de que o corinthians é diferente, que o corinthiano é diferente pois ele é mais apaixonado (como se um dia eles sentiram a paixão de um são paulino ou um palmeirense e puderam compara-las com a paixão que sentem hoje pelo time), que a “camisa fora sozinha” e bla bla bla…

    Só mais uma coisa.

    Esses mesmo corinthianos adoram falar que o São Paulo sempre morre em mata-mata, que o São Paulo só ganha em pontos corridos e etc…

    Uma pergunta;

    A Libertadores é em pontos corridos??
    não?

    Pois é, temos 3 Libertadores e o corinthians?

    Tem muita coisa que é criada para enganar uma massa e essa mesma mentira se torna verdade, mas quando é mostrado a verdadeira verdade, ai doi, e doi muito não é mesmo??

    Por aí mesmo, Paulo. Mas acho que vou parar de escrever sobre futebol aqui, tô pensando seriamente… depois vem nego dizer que “o esporte faz amigos”… 😀

  24. Tiago disse:

    Impressionante como esse são paulino entende de Corinthians!!! Parabéns pelo comentário!!!
    É por isso que o CORINTHIANS É MELHOR E MAIOR QUE TODOS!!! O cara que torce pro são paulo escreveu esse textro imenso cheio de informações sobre o PODEROSO TIMÃO!!!!
    É duro torcer pra um time que não causa impacto!!!
    PARABÉNS BAMBI VOCÊ ENTENDE MUITO DE CORINTHIANS!!!

    AQUI É CURINTIA MANO!!!

    Nossa, é… zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

    • olheiro disse:

      é o seguinte prá rolar a breja que te cobraram você vai ter que parar de falar de futebol, ou mentir para você mesmo e agradar meia dúzia de fanáticos, tem gente aí que te respeitou naquelas, pelo inimigo (inho,PSDB) ser o mesmo, mas quando vc. falou a real do PT, ou da seita da fiel, mexeu com fogo, tem gente meu irmão que põe o dedo na cara dos outros, mesmo virtualmente, vocifera sobre alienação, mas se contradiz na primeira oportunidade ao defender sua paixão clubística, parabéns por seus textos e coerência, e cuidado com moleques, abraço.

      Sem crise, Olheiro. É na mesa do bar que a gente conhece as pessoas, por isso nunca fujo de uma. 😀

  25. LUCAS HEXA disse:

    Nossa quanto neguinho melindrado, e quanta bobagem escrita por quem não sabe interpretar texto.. olha as pérolas:

    01 – A história do SCCP é maior que esse campeonatozinho de merda..
    R- O sonho do centenário não era a libertadores??

    02 – Salve Coringão, unico campeão mundial reconhecido pela FIFA!
    R- UNICOOOOOO ( se ja foi alguma vez tb é discutível)????

    Bem para ilustrar melhor o teor do texto do Viniciius vou contar uma história..
    Tenho um amigo corintIano, que nunca havia assistido á um jogo no estádio, foi uma vez e quando voltou me disse:

    Eu torcia para o Corinthians, hoje torço para a Gaviões da Fiel!!!!

    Vixi, esse teu amigo aí pegou pesado, né?

  26. Porra, Vinicius! Sinceramente, de início nem de longe achei que você iria cair nessa de colocar todo mundo no mesmo saco (junto com vários dos comentários aí, segundo os quais “corinthiano faz isso e fala assim e pensa assado”). Simplista e simplório. Rotulando como se as pessoas fossem frascos de remédio. Os caras dizem: se aplaude, é isso, ganhou 77 por causa daquilo, torcedor fiel é aquilo outro…
    Você chegou até mesmo a dizer que é tudo igual, só muda a quantidade. Como assim? Que conversa é essa? Quer dizer que você acha que os times (disse os times, todos eles, e não o Corinthians especificamente) não tem uma identidade, um comportamento, características próprias e únicas? Então por que você torce pro SPFC, e não para o Futebol Futebol Clube (que no caso incluiria o Corinthians)? Fui pego de surpresa de verdade, porque sei que você tem uma inteligência bem mais aguçada que isso. Está nitidamente de má-vontade, destilando estereótipos justamente para contra-argumentar estereótipos. Fraco para um cara como você.
    Lembro que uma vez comentei sobre a torcida do seu time em um post em que você chamava os caras de Priscila e sinceramente pensei que sua visão sobre futebol fosse outra, mais fiel (sem trocadilho) aos fatos.
    Você dizer que as torcidas têm o mesmo comportamento com relação a seus times chega a ser quase leviandade sua, porque basta ir a uns poucos jogos de times diferentes pra constatar que elas se comportam de modo diferente entre si. A do Palmeiras age de um jeito, a do SPFC de outro, a do Corithians de outro e por aí vai. Negar isso é basicamente ignorar a realidade, sem mais nem menos.Resta nesse caso questionar a motivação.
    Repare que em nenhum momento eu disse (ou pensei, ou dei a entender) que minha torcida é melhor que as outras. Mas igual a qualquer outra, tanto eu quanto você sabemos que não é.
    Continuo sendo seu leitor e concordo com vários pontos de vista seus, mas nessa você apenas viajou, e caiu na vala-comum dos “anti-corinthianos” (já que é pra rotular mesmo). Sua máscara (nesse caso) de “sportsmanship” caiu e foi pisoteada.
    E, se me permite: QUEM NÃO FOR CORINTHIANO VAI PRA PUTA QUE PARIU!

    Tá. Ser “sportmanship” é reconhecer a torcida do TEU time como sendo um meteoro que caiu na Terra e mudou o curso da história, extinguindo todas as demais. Sobre o final do seu comentário (a parte em caixa alta) é, sendo coerente com TUDO que você escreveu anteriormente, um verdadeiro chamamento à razão e ao bom senso, colocando-me no meu devido lugar: um cara insano, que usa meia-dúzia de palavras para, sob uma máscara, atacar de maneira covarde a torcida mais torcedora do mundo, um exército de Alah. Já pensou em amarrar bombas no próprio corpo e explodir o Pacaembu na próxima eliminação da Libertadores?

    • Beleza, Vinicius. Você não quer debater o assunto, quer impor sua opinião e pronto. Não pensei em Alah, em Buda ou em Cheech and Chong, porque para mim, a Libertadores é apenas um campeonato que o Corinthians ainda não venceu e nada mais do que isso.
      Por mais que você não concorde ou ache o que quiser, os corinthianos (e me refiro aos que gostam do time incondicionalmente, apenas por ser o que de alguma forma os toca de maneira particular) não pensam que a Libertadores é um torneio maior que qualquer outro.
      Logicamente que queremos vencê-lo, mas apenas porque ainda não a temos. Nada além disso. Se depois inventarem um troféu que vários times tenham e nós não, será a mesmíssima história. Você tem idade suficiente para se lembrar do tempo em que torcedores do Guarani de Campinas tiravam sarro dos corinthianos porque o time deles era campeão brasileiro e o nosso não.
      Para de má-vontade que é melhor. Como disse antes, você está de sacanagem intelectual co nóis. Não vou mais comentar futebol aqui, porque em minha insignificante opinião não adianta. A amizade é a mesma, no entanto. Meu respeito continua o mesmo, apenas acho que você foi falar de algo que definitivamente, não sabe. Simples assim. Humildemente.
      Vamos brincar de outra coisa que é melhor.

      Matheus, veja o que você está dizendo: que EU quero IMPOR a minha opinião no post DE OPINIÃO que EU escrevi? Coloque-se, agora, no meu lugar lendo isto. E se eu escrever que VOCÊ QUER IMPOR A SUA OPINIÃO NO seu COMENTÁRIO? Debater o assunto, mais do que eu debati, respondendo um porrilhão de comentários, resvala na sacanagem. Agora, enfiar goela abaixo do infeliz aqui a sua visão sobre o assunto, não vai dar, irmão. Ó, e te digo mais: quanto mais gente me bate por causa disso nesses termos, mais eu me convenço de que não falei tanta besteira assim. E, agora, vai uma RESOLUÇÃO minha: NUNCA MAIS escreverei sobre o SCCP aqui. Nem se ele for tetracampeão intergaláctico de todos os esportes, ou se um meteoro cair no PSJ e matar todo mundo. Cheguei à conclusão que não é permitido aos ímpios e fariseus invocar o divino.

  27. Patricia disse:

    Caro colega:

    Ri muito com seu texto !! Ah, sou corinthiana, daquelas que gostam de futebol. O texto é bom porque é totalmente irreal !! Mas, o bom do futebol também é isso: rir uns dos outros e, claro, conhecer a opinião de são paulinos sobre nós, principalmente quando não corresponde à realidade. Um abraço.

    Obrigado.

  28. Vinícius disse:

    Cara, deixa de ser ridículo. Isso tudo é inveja???
    De boa, o que são-paulino escreve não deve se ler.
    Junta você, Paulinho, Juca…. Tudo areia do mesmo saco.

    E concordo quando fala que se juntasse 20 Corinthians seria um melhor campeonato. Pensando aqui seria demais, times com uma puta renda, só faltaria arrumar dirigentes honestos.

    Tudo o que você falou que é o corintiano, é o são-paulino… E não compara a torcida do Corinthians com a de revoltados do Palmeiras, por favor… Aquilo lá é um antro de loucos.

    Esse argumento da “inveja” é o mais forte que eu conheço. E vou deixar passar sua comparação entre mim e o tal Paulinho só pra você parecer um pouco mais ridículo.

  29. RAGI disse:

    Não conhecia esse espaço, mas em uma das andanças pelo espaço cibernético encontrei mais um anti-CORINTHIANO, que tenta se parecer sarcastico, mas é apenas mais um anti-CORINTHIANO, tentando tirar do seu lado esportivo o mal gosto de um dia tentar gostar de um time de futebol e fez a escolha errada.
    Há aproximadamente 6 mil anos, surgia na Grécia, fundada por CORINTOS filho de Hélios um deus grego, a florescente cidade de onde surgiria o nome mais espetacular que um time de futebol poderia almejar.
    Autônoma e independente jamais foi tomada, apenas vez por outra algum tirano, dela se aproveitava, mas o povo sempre foi livre, não tinha HERÓIS consagrados, apenas o povo que dela fazia ser uma virtude, entre todas outras cidades da bela Grécia.
    Por nunca ter sido tomada, não hávia necessidade de se ter HEROIS, pois o povo era LIVRE não havendo portanto a necessidade de LIBERTADORES, mas era reconhecida por todos como sendo suas origens mais conhecidas e perpetuadas do MUNDO.
    Já se fazia pressagiar que quem dela se originasse, também seria pelo povo comandado, quis o destino que alguns ingleses tivessem a feliz idéia de homenagear tal localidade e adotaram nos idos de 1800 e alguma coisa, um nome para perpetuarem ainda mais o fascínio pela bela CORINTO .
    Em 1910, o precursor de nosso futebol, quis dar maior propaganda para o esporte mais popular do mundo, que nessa época engatinhava, por ter origens inglesas e fazer parte da burguesia contemporânea, manteve contatos com os “organizadores” de tal modalidade esportiva e trouxe para o solo brasileiro uma equipe inglesa, talvez também já pressagiando o futuro, o Sr. Charles tentou trazer o New Castle.(o tal Charles jogava pelo paulistano, uma espécie de bambi no passado)
    Mas problemas alheios impediram o Castelo Novo de se apresentar em terras “Brasilis”, houve por bem a interferência divina se fazer prevalecer, o Brasil teve a honra de receber em seu seio o CORINTHIANS TEAM, tal equipe encantou muitos, mas especialmente cinco jovens que decidiram adotar também o fantástico nome e homenagear o FUTEBOL dando de presente para o BRASIL o time mais espetacular que por esse nosso País encanta a milhões de pessoas, sabemos que somos admirados por muitos, todos nos temem, por isso essa inveja tamanha e quando caímos muitos se sentem regojizados, 90% de quem torce contra o CORINTHIANS é apenas um torcedor frustrado por não terem um time com PAIXÃO para poder torcer, torcem para algo insosso, sem nenhum tempero.
    Em cada um de nossos tropeços acontece um fato raro, muitas vezes nós mesmos achamos ridículo que alguns de nossos irmãos de bandeira possam fazer, tal como quebrar, bater, pichar muros, achando que são mais CORINTHIANOS que os 99,999.999% restantes, mas esses nosso pobres irmãos ainda não foram devidamente batizados na tempera que faz um VERDADEIRO CORINTHIANO, a tempera que faz olhar com ORGULHO para o TIME DO CORINTHIANS e dizer TÚ ÉS MINHA PAIXÃO, nada nos separará.
    Como dizia o filosofo SOCRATES brasileiro “PERDER OU GANHAR, MAS SEMPRE COM DEMOCRÁCIA”
    Essa frase deve nos reger sempre.
    Abraços e “VAI CORINTHIANS”

  30. RAGI disse:

    Em 1986 a globo também fez a chamada para a decisão contra a INTERNACIONAL de Limeira, só que dessa vez o time grande era a A. A. INTERNACIONAL e o dia 03/09/1986,voces tomaram um vareio de bola que poderia ter sido de 5 ou mais tal o volume de jogo da sensacional A. A. INTERNACIONAL, isso essa meia duzia de torcedores da fantastico time da tal academia também não se lembra.

    Nós quem, cara pálida?

  31. Leo disse:

    Teus textos são muito bons, há um tempo que leio seu blog, parabéns pela coerência e acidez.

    Brigadão, Leo. Mas tô achando melhor ser menos ácido e mais incoerente (pelo menos com os corinthianos… :D)

  32. André Nogueira disse:

    [OFF TOPIC]

    E o Fernandão hein?

    HUAUAUUSUAUUAUAUA

    PQP, aquela foi foda. hahaha. Ah, mas depois do videozinho dos garotos da vila fazendo dancinha pra Seara, sei lá, hein?

  33. André Nogueira disse:

    São os Flippers “meigos” dançarinos da Bila Velmiro.

    Como dizem, TEM QUE VER ISSO AÍ!

  34. Alan disse:

    Rapaziada, nunca vi tanto blogueiro das mais variadas vertentes debatendo num mesmo espaço. Dos blogues que acompanho, só o Filipe do Anarcorinthians e o Álvaro do Não pára de lutar faltaram à “mesa” (tô excluindo os chapas-brancas e os “vaçalos”). Seo Croce também é ausente. É isso “memo”, nego.
    Vinícius, o Sobrenatural de Almeida era, na verdade, corintHiano.
    VAI CORINTHIANS!

    Abraço

    Vixi, nem inventa de trazer o Filipe pra cá, hein? Pelamordideus. Aí eu fecho os comentários.

  35. Thiago Ferreira disse:

    Ótimo post Vinicius. É exatamente isso. Algumas “bestas quadradas”, que acreditam e dão fé, aquela frase que outro espertalhão aproveitador, criou (nem sei quem foi mas com certeza deve estar embalsamado em vida): “O CORINTHIANS NÃO TEM UMA TORCIDA, TEM UMA TORCIDA QUE TEM UM TIME”.
    E não é que tem mulas que acreditaram e assumiram isso?

    Porém, como bom Corinthiano, acho que em respeito, você deveria colocar também esses muros ai no link:

    http://www.arquibancadatricolor.com.br/forum/phpBB3/viewtopic.php?f=2&p=74019

    ahahahahahah

    Abraços/

    Putz, eu não coloquei do SPFC porque ele tinha ganho o jogo contra o Juventus do Peru. Só tem uma coisa: aguenta as porradas dos teus “compatriotas” aí, hein? Vão te chamar de “modinha” pra baixo. Se vacilar, periga rolar até um “bambi enrustido”.

  36. Thiago Ferreira disse:

    Vinicius, uma coisa de bom você tem, (apesar de ser São Paulino) não é muito chato, e nessa questão de torcedor, embora se esforce por parecer radical, não é.
    Vou usar um termo aqui….com cautela..(eheheh)..”evidente” que somos todos eternos secadores.
    Não conhece aquela: “Falco meis sed talpa tuis erroribus exstas; si capis, ante tuos tolle, deinde meos. [Tosi 1289] És um falcão com meus erros e uma toupeira com os teus; se és inteligente, primeiro corrige os teus, depois os meus”
    eheheheheh

    Boa, essa. E não sou radical em questões futebolístcas, mesmo. Mas dizem que bambi é assim mesmo… 😀

  37. Roberto disse:

    1977: fim do jejum corinthians campeão.
    1987: a imprensa , no seu todo, destaca os 10 anos de aniversário da conquista e o fim da fila…
    1993: fim do jejum, Palmeiras campeão.
    2003: eu estava ansioso para ver os programas esportivos destacar os 10 anos de aniversário da conquista do Verdão. NINGUÉM MOSTROU. NINGUÉM FALOU NADA!!!

    Pois é, Roberto… Existem jejuns e jejuns. O Palmeiras deve ter comido alguma barrinha de cereal escondida durante o dele, sei lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: