31 de Março, aniversário da Revolução DEMOCRÁTICA (RISOS)

O primeiro vídeo é do HIT mais tocado no MotoRadio do General Médici: o Lado A do malfadado “compacto simples” distribuído à todas as escolas do país – Eu te Amo Meu Brasil; o segundo é o Lado B do mesmo disco, uma “homenagem” ao extinto MOBRAL (Movimento Brasileiro de Alfabetização) – música da qual eu tinha tanto medo que até estudava mais pra não virar analfabeto.

Em todo 31 de março, a molecada da minha escola tinha de ir hastear a bandeira, cantar o Hino Nacional Brasileiro e depois esta belezura aí debaixo:

Dia 31 de março

Houve a revolução

Que abriu novos caminhos

Pra nossa pátria vir a ser grande Nação

O marechal Castelo Branco

Assumindo a presidência

Fez voltar, à nossa Terra,

A honra, a confiança e a decência!

Expulsou os homens maus,

a confusão e a anarquia

A todo povo e também para as escolas

reinou de novo muita paz e alegria!

Tinha uma quarta estrofe, que começava com algo do tipo “Vamos todos festejar”, mas por sorte eu esqueci.

A cerimônia cívica desaguava no apoteótico tema de Dom e Ravel,  pra mostrar a “alegria e o orgulho de ser brasileiro”. Vale a pena ouvir o doce tema, cuja letra apregoa que as nossas mulatas são desejadas, que mulher brasileira tem mais amor, que os gringos babam quando visitam o Brasil no carnaval. Isso era enfiado na cabeça de crianças de SETE anos, em 1970. Patrocinado pelo Governo Militar.

———————————–

Este post é em homenagem ao deputado federal  e defensor da família Jair Bolsonaro (que brada contra a “promiscuidade da Preta Gil”) e seus pimpolhos Bolsonarinhos, que comemoram efusivamente a efeméride em companhia do papi.

Anúncios

4 Responses to 31 de Março, aniversário da Revolução DEMOCRÁTICA (RISOS)

  1. Eu tenho a minha mão domáááááável…

  2. Luiz disse:

    Prezado Vinicius: Por que será que os rebeldes Líbios que lutam para derrubar uma ditadura, são tratados como heróis e tem apoio da OTAN e de todas a mídias, e os rebeldes Brasileiros que lutaram contra a ditadura no Brasil, são chamados de “terroristas, assassinos”, pelos bolsonaros (minúsculo mesmo) e grande parte do povo Brasileiro??

    Porque SEMPRE depende da opinião dos EUA a respeito do tema.

  3. André disse:

    Numa coisa o Bolsonaro acertou, a “Revolução” foi apoiada pelos jornais, TVs, igrejas, empresários, políticos, etc.

  4. Bruno Saumur disse:

    Tudo é uma questão de preferência. O Lula não disse que o dissidente político que morreu em Cuba de greve de fome era um bandido comum? Pois bem, nós achamos que os pseudo democratas travestidos de Che Guevara que assaltaram bancos, sequestraram, mataram, expropriam bens, .. nas décadas de 60, 70 e 80 eram indivíduos que tinham uma meta: implantar no Brasil uma ditadura de esquerda nos moldes cubanos. Viva 1964 !!!!

    Verdade, tudo é uma questão de preferência. Outro dia, vi na TV uma moça que comia papel higiênico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: